Presidente da Ponte fala em reforços e nega briga para mudar rebaixamento

Tiãozinho deixou claro que a Macaca lutará até o fim para permanecer na divisão

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 11 (AFI) - Presidente da Ponte Preta, Tiãozinho revelou em entrevista coletiva na noite desta sexta-feira que não entrou em briga por mudança no regulamento do Campeonato Paulista. O mandatário foi enfático ao afirmar que Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da FPF, não abriu possibilidade por exclusão do rebaixamento no Estadual.

“O presidente Reinaldo Carneiro Bastos explicou que não entraríamos em discussão sobre o regulamento, mas sim a possibilidade de nova inscrição com todas alterações no calendário. A Ponte Preta faz um planejamento olhando o Paulista e sua conclusão, mas também a Série B e a Copa do Brasil. Não contratamos apenas pensando no Paulistão, mas um calendário como um todo e infelizmente não houve abertura para inscrição de outros jogadores”, falou Tiãozinho, que completou.

“Vamos lutar muito por essas duas partidas para brigar contra o rebaixamento, mas nós queremos mais e ainda vamos buscar a classificação nesses dois últimos jogos."

Tiãozinho falou sobre futuro da Ponte
Tiãozinho falou sobre futuro da Ponte
REFORÇOS
O presidente ainda prometeu reforços visando o próprio Campeonato Paulista. A Macaca anunciou até o momento: Camilo, Ernandes, Oyama, Neto Moura, Luizão, Rayan, Moisés e Osman, mas apenas os dois úlltimos poderão defender o clube no Paulistão.

"Claro que gostaríamos de contar com todos os contratos. Vamos fazer todo esforço para colocar o Osman em campo e tentar viabilizar a inscrição do Moisés a tempo também e também já deixamos muito claro para todos que a Ponte não encerrou seu ciclo de contratação. Precisamos reforçar alguma situação no ataque, precisamos de alguma peça para o sistema defensivo. Até o dia 20, até o ultimo minuto, a Ponte vai buscar reforçar seu grupo para essa reta final do Paulistão", finalizou.