Demissão de dirigente da base interrompe parceria da Ponte Preta com Rei do Futsal

Fábio Barrozo, desligado há duas semanas, tinha projeto alinhado com Falcão para 2020 em Campinas

por Lucas Rossafa

Campinas, SP, 19 (AFI) - A demissão de Fábio Barrozo, ex-coordenador das categorias de base, em 06 de novembro, interrompeu iminente parceria entre Ponte Preta e Falcão.

As partes tinham alinhavado a criação de uma escolinha de futsal em Campinas, destinado para garotos entre seis e 12 anos, na Unidade Paineiras - o lançamento estava previsto para a primeira semana de dezembro.

O Rei do Futsal, inclusive, havia comparecido ao Estádio Moisés Lucarelli, no mês de outubro, para encaminhar os últimos detalhes antes de oficializar o acordo, agora naufragado.

DETALHES DO NEGÓCIO

Custo e lucro do projeto seriam divididos igualmente. Enquanto a Macaca arcaria com as despesas dos profissionais e cederia o espaço no ginásio, o jogador daria a marcaria e contribuiria com o 'know-how'.

Falcão visitou a Ponte Preta para firmar parceria em 2020
Falcão visitou a Ponte Preta para firmar parceria em 2020

Todo o valor arrecadado com mensalidade e venda de uniforme seria repartido em 50%.

"Iríamos montar a escola com mensalidade paga. Isso iria ao caixa da base, assim como ocorre com as franquias. Seria atividade lúdica e de alto rendimento para disputar o Campeonato Paulista de Futsal Sub 8, 10 e 12. O objetivo era ter atividades aos fins de semana, sem cobrar nada, para divulgar e aproveitar o período escolar da garotada", revelou Fábio Barrozo, em entrevista ao Portal Futebol Interior.

"O foco era ter atletas entre 11 e 13 anos para facilitar a assinatura do contrato de formação, o que ocorre a partir dos 14. Era um projeto piloto para disputar campeonatos e entrar na Federação no que vem. No futuro, haveria integração com o futebol de campo. Tudo estava no forno. Os juristas tinham os documentos em mãos para ser redigidos. Pela amizade que eu tenho com o Falcão, ele não vai dar sequência à ideia. Quem perde com tudo isso é a Ponte Preta. Não é todo dia que se encontra um Falcão no seu clube", emendou.

Em compromissos particulares nos Emirados Árabes Unidos, Falcão foi procurado pela reportagem, mas não respondeu às mensagens até a publicação da matéria.