Palmeiras defende liderança no clássico contra o Boca Juniors pela Libertadores

A equipe alviverde ainda vive o clima tenso pela derrota na final do Paulistão, diante do Corinthians

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 11 (AFI) - O Campeonato paulista terminou, mas a tensão pela derrota e a possível interferência externa na arbitragem ainda mexe com o clima no Palmeiras. O clube segue reclamando da Federação enquanto se prepara para enfrentar o Boca Juniors, pela Copa Libertadores. O jogo é importantíssimo, pois vale a liderança do grupo H. Jogando no Allianz Parque, o Alviverde chega como o mais cotado nas casas de apostas de futebol.

PALMEIRAS
Apesar do clima negativo, a fase do Palmeiras é boa, com sete vitórias nos últimos dez jogos. Na Libertadores, passou com facilidade por Junior e Alianza Lima, aplicando 3 a 0 no primeiro e 2 a 0 contra o segundo.

Atuando novamente em casa, aparece como favorito, rendendo R$ 1,90 para cada real, segundo dados do Oddsshark.com. Um triunfo por dois ou mais gols de diferença garante R$ 4,04 para R$ 1,00. A tarefa não é impossível, mas resta saber até que ponto a tensão da derrota de domingo pode influenciar nesta quarta-feira, pois elenco o Alviverde tem.

Palmeiras defende liderança no clássico contra o Boca Juniors pela Libertadores
Palmeiras defende liderança no clássico contra o Boca Juniors pela Libertadores
BOCA EM BOA FASE
A missão do Palmeiras só será um pouco mais complicado, pois o Boca Juniors vive uma excelente temporada. O clube é o líder do Campeonato Argentino após 22 rodadas, com sete pontos de vantagem para o segundo colocado, o Godoy Cruz.

Uma das grandes razões para este sucesso é a defesa, que levou apenas 15 gols na liga, sendo a segunda menos vazada. O bom trabalho do setor é visível também na Libertadores, pois ainda não foi superado na competição após duas partidas. Contra o Alianza Lima, fora de casa, segurou o 0 a 0, enquanto diante do Junior, garantiu o 1 a 0.

Com uma boa retranca, os argentinos devem buscar um empate em São Paulo, que garante R$ 3,20 para cada real, de acordo com estatísticas do Oddsshark.com. Caso consigam surpreender como visitante, o retorno é de R$ 4,33.

REENCONTRO
Palmeiras e Boca Juniors até se enfrentaram na despedida do antigo Palestra Itália, em 2010, antes do estádio ser reconstruído. Na ocasião, os argentinos ganharam por 2 a 0, mas a partida foi amistosa. Em duelos oficiais, o último encontro foi em 2001, em um período que os dois clubes dominavam a América do Sul. Afinal, entre 1998 e 2003, o Alviverde venceu dois torneios continentais e chegou na decisão em outras três ocasiões no total, enquanto o Boca ganhou três.

Só que ao falar da história deste duelo é preciso voltar para 1994, quando se encontraram pela primeira vez. Na ocasião, a partida era válida pela fase de grupos da Libertadores e o Palmeiras aplicou uma goleada de 6 a 1. O adversário deu o troco em casa, mas com um triunfo simples, por 2 a 1.

Chegando ao auge dos dois clubes o equilíbrio prevaleceu. Dos seis jogos que ocorreram entre 1998 e 2001 somente um terminou com um vencedor no tempo normal, que foi o time brasileiro. O resultado por 3 a 1 ocorreu pela primeira partida das quartas de final da Mercosul de 1998. A volta terminou em 1 a 1.

Dois anos depois, aconteceu a única final, pela Libertadores, e quem levou a melhor foi o Boca, que superou o Palmeiras nos pênaltis após dois empates. O roteiro se repetiu no ano seguinte, pela semifinal do mesmo torneio.

GRUPO
O duelo desta quarta-feira vale a liderança do grupo H. Isso porque o Palmeiras está invicto, com seis pontos, mas o Boca Juniors aparece logo atrás, com quatro. Completam a chave o Alianza Lima, que tem um ponto, e o Júnior, que segue zerado.

SUL-AMERICANA
Mais três brasileiros entram em campo nesta quarta-feira, mas pela Copa Sul-Americana. Quem tem a maior pedreira pela frente é o Atlético-MG. O clube visita o San Lorenzo e um triunfo na Argentina rende R$ 3,60 para cada real.

O único que atua em casa é o Fluminense, o que faz com que apareça disparado como o mais cotado contra o Nacional Potosi, dando R$ 1,12 para R$ 1,00. Outro duelo entre Brasil e Bolívia ocorre entre Blooming e Bahia, mas aqui, os brasileiros oferecem R$ 2,60 em cada real.

Jogos desta semana dos torneios sul-americanos e os números do Oddsshark.com

Quarta-feira, 11 de abril

19h15 – San Lorenzo (R$ 2,14) x (R$ 3,60) Atlético-MG. Empate: R$ 3,10

21h45 – Blooming (R$ 2,87) x (R$ 2,60) Bahia. Empate: R$ 3,00

21h45 – Fluminense (R$ 1,12) x (R$ 23,00) Nacional Potosi. Empate: R$ 7,00

21h45 – Palmeiras (R$ 1,90) x (R$ 4,33) Boca Juniors. Empate: R$ 3,20