Ituano perde a 'figura' Juninho Paulista, mas revela vínculo com empresa do craque

O pentacampeão não participará mais do dia a dia do clube para evitar conflitos de intresses

por Kim Belluco

Itu, SP, 11 (AFI) – Juninho Paulista foi nomeado diretor de desenvolvimento do futebol e conselheiro da CBF, sob o comando de Rogério Caboclo, novo presidente da entidade. O pentacampeão do mundo precisou, para assumir a função, se desligar do Ituano, clube aonde vinha exercendo o cargo de gestor nesses últimos dez anos, tendo como principais conquistas o Campeonato Paulista, de 2014, e o Troféu do Interior, de 2017.

A mudança parece ser impactante para o Ituano num primeiro momento, mas mais a fundo não é bem assim. A principal perda do clube do interior paulista é em cima da simbologia do nome Juninho Paulista, por ser reconhecido no futebol mundial e por ser bem visto na Federação Paulista de Futebol.

Em entrevista EXCLUSIVA do Portal Futebol Interior, o presidente do Ituano, Vinícius Guitti, explicou que a empresa gestora do clube, a qual Juninho Paulista faz parte, tem vínculo com a agremiação até 2030.Ou seja, a única perda é a ausência do pentacampeão no dia a dia da equipe.

“A mudança causa um pouco de surpresa na imprensa e na torcida, mas todos os conselheiros do clube têm ciência de como era a relação e sabem que nada foi alterado. A relação contratual de gestão do Ituano não é com a pessoa física Juninho, mas sim com a empresa, a qual ele faz parte. A relação entre clube e a empresa (gestora do Ituano) não mudou. O contrato segue sendo válido até 2030. Inclusive, temos uma reunião na próxima semana visando os próximos passos do clube na temporada”, afirmou o mandatário, em contato com o Portal Futebol Interior.

AUSÊNCIA DE JUNINHO PAULISTA
Vinícius Guitti ainda esclareceu sobre a perda do Ituano com a ausência de Juninho Paulista do clube. “Por se tratar de uma pessoa de extremo carisma, de confiança no mercado do futebol, de um ídolo de uma grandeza incomensurável, o Ituano perde de ter um símbolo do futebol acompanhando todos os passos do clube, mas, reforço, a questão administrativa não foi e não será afetada”, revelou.

Juninho Paulista não fará mais parte do dia a dia do Ituano - Reprodução/Ituano
Juninho Paulista não fará mais parte do dia a dia do Ituano

O presidente admitiu que a presença de Juninho Paulista nos bastidores ajudava na contratação de jogadores, mas deixou claro que a principal dificuldade da equipe na hora de ir ao mercado é não estar disputando uma Série B de Campeonato Brasileiro. O acesso na Série D (atual quarta divisão) é principal objetivo do clube na temporada. A expectativa é que em dois anos consiga jogar à Segunda Divisão nacional.

“Costumo dizer que a presença do Raí ajudou o São Paulo a trazer muitos bons jogadores e com o Juninho não era diferente. Mas o que mais prejudica, inclusive é nosso calcanhar de Aquiles, é infelizmente não ter atingido o objetivo de estar na Série B. O Ituano é um time com uma boa estrutura, paga os salários em dias, dá total segurança administrativa para os jogadores, mas alguns atletas ainda preferem a visibilidade de uma Série B. Pode ter certeza que se o Ituano chegar nesse patamar, os jogadores optarão pelo clube”, finalizou.

TORNEIOS
O Ituano ainda tem dois campeonatos pela frente na temporada: a Copa Paulista e o Campeonato Brasileiro da Série D. No torneio nacional, o time do interior iniciará sua trajetória no dia cinco de maio, contar o URT. O Galo está no Grupo A13, ao lado de Serra-ES, Brasiliense-DF, além do próprio URT-MG.