Paulista A2: Herói da Inter explica pênalti decisivo: "Nunca estive tão tranquilo"

Oliveira ainda comentou que chegou a pensar em parar de jogador futebol

por Agência Futebol Interior

Piracicaba, SP, 20 (AFI) - Um nome certamente não sairá da cabeça da torcida da Inter de Limeira após conquistar o acesso à elite do Campeonato Paulista neste sábado. Autor do gol decisivo nas cobranças de pênaltis, que deu o acesso ao Leão, o zagueiro Oliveira afirmou que apesar da situação, manteve a tranquilidade durante a cobrança.

Oliveira bateu o sexto pênalti da disputa. Após Rafael Pin defender o pênalti de Fraga, restou ao zagueiro a responsabilidade de fechar a partida.

"Nem imaginava que ia chegar, estava torcendo para não chegar, mas concentrado. Quando o França foi para a bola, achei que ia acabar, porque nunca tinha visto ele perder um pênalti. Quando chegou a minha vez, caminhei tranquilo, acho nunca estive tão tranquilo e fomos premiados", comentou o jogador.

Contratado pela Inter nesta temporada, Oliveira é bastante rodada do interior de São Paulo, defendendo times como Mogi Mirim, Comercial, Red Bull e Botafogo. Nos últimos anos, ele estava jogando em Malta, na Europa, e revelou que chegou a pensar em parar de jogar futebol.

"Não tem o que falar, é muita emoção. Passei por dificuldades ano passado, cheguei a cogitar que ia parar de jogar. Não tem explicação, Deus foi muito bom com a gente, é algo sobrenatural", acrescentou o zagueiro.

Em meio à festa, a Inter vai disputar a final da Série A2 do Campeonato Paulista com o vencedor do duelo entre Água Santa e Santo André, que se enfrentam neste domingo.