Série B: Aproveitamento fora de casa incomoda elenco do Guarani

Nos dois jogos como visitante, o Bugre perdeu para Fortaleza e Atlético-GO

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 13 (AFI) - A última vitória do Guarani atuando longe do Brinco de Ouro da Princesa foi no dia 11 de março, quando bateu o Juventus, por 2 a 0, pela 12ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2. Se levar em conta competição nacional, o jejum é ainda maior: quase dez meses.

O Bugre não sabe o que é ganhar como visitante desde o dia 1º de julho do ano passado, quando ganhou do ABC, por 1 a 0, na Série B do Brasileiro. E esse desempenho vem incomodando o elenco bugrino para a sequência da temporada, tanto que o goleiro Bruno Brígido falou sobre a forma do Guarani jogar fora de casa.

A última vitória bugrina como visitante em competições nacionais foi há quase dez meses
A última vitória bugrina como visitante em competições nacionais foi há quase dez meses

"Não acho demérito nenhum chegar fora de casa e jogar como time pequeno: lá atrás, bem montado e consciente do que está fazendo para sair no contra-ataque e fazer o gol. Temos exemplos de equipes grandes que ganham títulos importantes jogando dessa forma. O Guarani tem nome e camisa, mas a Série B tem várias equipes assim", destacou o camisa 1.

Nesta edição da Série B, o Guarani fez apenas duas partidas como visitante e não conquistou nenhum ponto: perdeu para o Fortaleza, por 2 a 1, na Arena Castelão, e depois para o Atlético-GO, por 3 a 2, no Estádio Olímpico.

Com seis pontos em cinco jogos, o Bugre está na 11ª colocação e pode perder mais uma posição no complemento da rodada, justamente para a rival Ponte Preta, que tem a mesma pontuação e enfrenta o Vila Nova, neste domingo, em Goiânia.