Grêmio oficializa venda de atacante por R$ 100 milhões a clube europeu

Com direito a um seguro contra lesões enquanto estiver no Tricolor, ele poderá atuar na final da Copa do Brasil contra o Palmeiras

por Agência Futebol Interior

Porto Alegre, RS, 18 (AFI) - Acabou a novela! O Grêmio anunciou oficialmente, nesta quinta-feira, a venda do atacante Pepê ao Porto. O jogador, que assinará contrato por cinco anos, só viajará a Portugal no segundo semestre de 2021 por causa da janela de transferência.

"O valor líquido da transação é de 15 milhões de euros, reservando-se ao Clube uma mais-valia de 12,5% em uma futura transação. O valor correspondente ao mecanismo de solidariedade será pago integralmente pelo Futebol Clube do Porto", diz a nota do Grêmio.

De malas prontas para Portugal. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio)
De malas prontas para Portugal. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio)

O valor chega a R$ 97,1 milhões, mas nem tudo ficará com o Grêmio. Os gaúchos embolsarão 10 milhões de euros (R$ 64,7 milhões). O restante pertence será do Foz do Iguaçu, que revelou o atacante e detém 30% dos direitos.

PARCELADO!
O valor pelos 100% dos direitos de Pepê será pago em quatro parcelas - em junho e agosto de 2021 e janeiro e junho de 2022. A fatia do Foz do Iguaçu será paga em agosto de 2022.

Aos 23 anos, Pepê tinha contrato com o Grêmio até 2024. Com direito a um seguro contra lesões enquanto estiver no Tricolor, ele poderá atuar na final da Copa do Brasil contra o Palmeiras.

Ele estreou no time principal em 2017, mas só no ano seguinte foi aproveitado com mais frequência. Em 2020, assumiu o protagonismo da equipe com a venda de Everton ao Benfica. Na atual temporada, marcou 15 gols em 54 jogos disputados.