GOIANO: Com grande vantagem na final, Atlético tenta acabar com hegemonia do Goiás

O Dragão venceu o jogo de ida por 3 a 0 e construiu uma larga vantagem para a partida decisiva desse domingo

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 19 (AFI) – Com grande vantagem construída no jogo de ida, o Atlético-GO enfrenta o Goiás na decisão do Campeonato Goiano, nesse domingo, às 16 horas, para tentar confirmar o título estadual.

No jogo de ida, o Dragão venceu por 3 a 0 e deu um passo gigante em direção ao título. Na segunda partida, o Atlético pode até perder por dois gols de diferença que se sagra campeão.

Líder da primeira fase, o Goiás eliminou a Aparecidense nas quartas de final com uma vitória por 3 a 1 e uma derrota por 2 a 1. Na sequência, bateu o Goiânia duas vezes na semifinal, por 3 a 0 e 3 a 1.

O Atlético, por sua vez, avançou para a fase de mata-mata como segundo colocado, três pontos abaixo do Goiás. Nas quartas de final, o Dragão atropelou o Anapolina, com vitórias por 3 a 0 e 4 a 1. O adversário nas semifinais foi o rival Vila Nova e a classificação veio com um empate por 1 a 1 e uma vitória por 1 a 0.

MAIORES CAMPEÕES
Se for campeão, o Atlético se iguala ao Vila Nova como segundo maior campeão do estado. Atualmente, o Vila tem 15 títulos, um a mais do que o Atlético. O maior campeão é o Goiás, com 28 conquistas.

O time esmeraldino ainda briga pelo pentacampeonato seguido. Campeão em 2015, 2016, 2017 e 2018, o Verdão tenta igualar a marca que só foi conquistada duas vezes na história, pelo Goiânia, de 1950 a 1954, e pelo próprio Goiás, de 1996 a 2000.

Ficha Técnica

Fase
Final
Rodada
2ª rodada
Data
21/04/2019
Horário
16h00
Local
Olímpico - Goiânia (GO)
Árbitro
Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO)

Renda
R$ 48.425,00
Assistentes
Fabrício Vilarinho (Fifa/GO) e Bruno Pires (Fifa/GO)

Público
7.375 pagantes / 8.800 presentes
Cartões Amarelos
Goiás: Rafael Vaz, Leandro Barcia, João Afonso
Atlético: Pedro Bambu, Pedro Raul

Gols
Atlético: Matheuzinho 55' 2T
Goiás
Sidão;
Kevin (Giovanny), Yago, Rafael Vaz (Marlone) e Jefferson;
Geovane, Léo Sena e Giovanni Augusto;
Michael, Júnior Brandão (Marcinho) e Leandro Barcia.
Técnico: Maurício Barbieri
Atlético
Maurício Kozlinski;
Jonathan, Lucas Rocha (Oliveira), Gilvan e Nicolas;
Pedro Bambu, Washington (Moacir), Mateuzinho;
Mike, Pedro Raul (André Luis) e Gilsinho.
Técnico: Wagner Lopes