Corinthians 2 x 1 New York City - Timão estreia em 2020 com show de novo camisa 7

Luan marcou os dois gols da vitória corintiana, o primeiro em bela cobrança de falta e o segundo batendo de fora da área

por Agência Estado

Campinas, SP, 15 (AFI) – O Corinthians estreou na temporada com uma tranquila vitória sobre o New York City por 2 a 1, nesta quarta-feira, em Orlando, nos Estados Unidos, pelo torneio amistoso Florida Cup. O destaque do jogo foi o estreante Luan, que marcou os dois gols da vitória no primeiro tempo, quando os titulares estiveram em campo.

A partida também foi a primeira de Tiago Nunes no comando da equipe. A escalação inicial contou com cinco novidades em relação ao elenco da temporada passada. O Corinthians começou com: Cássio; Fagner, Gil, Pedro Henrique e Lucas Piton; Camacho, Cantillo e Luan; Ramiro, Boselli e Janderson.

Diante da fragilidade do adversário, o time alvinegro impôs o jogo desde o início. Cássio não precisou trabalhar. Camacho e Cantillo demonstraram um pouco falta de entrosamento com erros de passes simples. Luan resolveu o jogo com dois chutes.

LUAN DECIDE
Logo aos dez minutos ele cobrou falta com perfeição sobre a barreira e abriu o placar. Havia um ano e meio que o Corinthians não marcava de bola parada. O último foi de Jadson, em 15 de agosto de 2018, contra a Chapecoense.

O New York City não esboçou reação. O time norte-americano tinha dificuldade para sair com a bola no campo de defesa e não conseguia chegar a intermediária. Aos 30, Luan recebeu na intermediária e bateu firme no canto direito do goleiro, que caiu atrasado na bola.

No segundo tempo, Tiago Nunes trocou o time inteiro com destaque para a presença de Danilo Avelar como zagueiro e as estreias de Sidcley na lateral esquerda e Davó aberto pela direita do ataque. Os reservas jogaram com: Walter; Bruno Mendez, Marllon, Avelar e Sidcley; Gabriel, Richard e Mateus Vital; Love, Gustavo e Davó.

NEW YORK DESCONTA
O ritmo da partida caiu um pouco. O New York City, um pouco antes do intervalo, já havia trocado quase todo o time. Pelo lado do Corinthians, Mateus Vital assustou o goleiro adversário com dois chutes que saíram pela linha de fundo.

O New York diminuiu o placar em uma falha da defesa corintiana. Marllon tropeçou, Kapanadze foi à linha de fundo, cruzou e Bruno Méndez desviou contra. Foi a única boa chance do adversário. Nos minutos finais, Davó deu lugar a Madson, que era da base.

O Corinthians volta a campo no sábado para enfrentar o Atlético Nacional, novamente em Orlando, em sua segunda e última participação nesta Florida Cup.