Após derrota, ex-treinador da Ponte Preta balança no Paulistão

Sérgio Soares teria sua saída acertada pela diretoria da Ferroviária, mas não houve nada oficial ainda

por Agência Futebol Interior

Araraquara, SP, 10 (AFI) - A derrota para o Água Santa, por 1 a 0, no último sábado, em Diadema, quase custou o cargo de Sérgio Soares na Ferroviária. A saída do treinador chegou a ser definida pela diretoria nesta segunda-feira, mas nada foi comunicado oficialmente. Inclusive o técnico se sentiu surpreso pela informação:

"Estou bem tranquilo em relação ao nosso trabalho na Ferroviária. O grupo é bom, vai evoluir e vamos atingir nossos objetivos" - garantiu Soares, que nesta segunda-feira ficou em São Paulo.

Por dois motivos. Um deles é que já tinha comunicado que não iria até Araraquara. Outro é que não conseguiria nem que tentasse, porque as chuvas transformaram a cidade de São Paulo em caos.

ADAPTAÇÃO RÁPIDA

Contratado pouco antes do início do Paulistão para o lugar de Marcelo Vilar, Sérgio Soares comandou a Ferroviária em cinco jogos até agora. Foram três derrotas, um empate e uma vitória - aproveitamento de 26,7%. Para alguns, fruto da troca de comando na véspera do início da competição.

Sérgio Soares não é mais o treinador da Ferroviária
Sérgio Soares não é mais o treinador da Ferroviária

A Ferrinha na lanterna do Grupo D do Paulistão, com quatro pontos. Na classificação geral, o time está na frente apenas de Água Santa, Oeste, Ituano e Botafogo.

ATÉ NOME...
Mas as especulações correram solta nos bastidores do clube. A diretoria estaria atrás de um substituto e o nome especulado é o de Vagner Mancini, que está sem clube desde que deixou o Atlético-MG no ano passado.

A Ferroviária volta a campo no próximo domingo, contra o Santos, às 19 horas, na Arena Fonte Luminosa, pela sexta rodada do Paulistão. A semana promete ser tensa e de muito trabalho.

Mercado da Bola
Ferroviária-SP
Elenco ainda não definido
  • Goleiros

    Gabriel Leite, José Guilherme e Saulo

  • Laterais

    Alisson, Marcos Ytalo, Bruno Recife, Euller e Marquinhos

  • Meias

    Daniel de Carvalho, Willian, Joninhas e Karl

  • Atacantes

    Roberto Pitio, Luís Henrique, Caio Rangel, Henan e Yuri

  • Técnico

    Sérgio Soares