Após conquistar o acesso na A3, time da Copinha perde treinador

por Agência Futebol Interior

Araraquara, SP, 24 (AFI) - O técnico Felício Cunha (foto) se despede nesta quarta-feira do comando técnico da Ferroviária. O treinador deixa o clube após uma brilhante trajetória na Série A-3 do Campeonato Paulista. Felício chegou a Araraquara no dia 10 de março, quando a Locomotiva goleou o Penapolense por 4 a 0, logo no jogo de estreia do treinador.

Leia mais:
Novidade! Santo André apresenta meia revelado por rival do ABC

Na ocasião, a Ferroviária amargava uma série ruim de resultados, além de ocupar apenas a 13ª posição na tabela. Felício chegou, implantou sua metodologia de trabalho e conseguiu uma sequência incrível de vitórias, levando a Ferroviária à terceira posição no término da primeira fase, garantindo vaga no quadrangular final.

Ainda na primeira fase, o ex-técnico grená conquistou seis vitórias, dois empates e perdeu apenas um jogo, na última rodada, quando a equipe atuou com time misto, já que estava garantida na fase final da Série A3.

Com essa ótima campanha, a Ferroviária chegou animada à fase decisiva. Logo na primeira partida, contra o ex-time de Felício, o XV de Jaú, a Locomotiva aplicou uma goleada por 5 a 2, fora de casa, e elevou o moral dos jogadores e a euforia da torcida.

Depois foram mais três vitórias no quadrangular e a Locomotiva sacramentou o acesso à Série A-2 com uma rodada de antecedência, como a primeira e melhor equipe a garantir vaga na segunda divisão de 2011.

"Saio com o sentimento de dever cumprido, de um trabalho muito bem realizado. Informei a diretoria que não iria comandar o time na Copinha, mas fico contente pelo acesso conquistado e espero em breve voltar ao comando da Ferroviária, clube que me recebeu muito bem e onde vivi a melhor fase de minha carreira", afirmou o treinador, em entrevista ao site ferroviariasa.com.

Retrospecto
Felício Cunha de despede da Locomotiva com um aproveitamento de 66% dos pontos conquistados. Em 17 jogos, foram 10 vitórias, três empates e quatro derrotas. Por isso, Felício deixa as portas abertas no clube grená de Araraquara.