Show do Green Day pode fazer Peru perder sua casa em jogo que vale vaga na Copa

A seleção de Guerrero e companhia enfrenta a Nova Zelândia em data reservada para show no Estádio Nacional de Lima

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 12 (AFI) – A histórica classificação do Peru para a repescagem das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 foi histórica, mas a seleção de Paolo Guerrero e companhia ainda tem mais um desafio pela frente. Além da Nova Zlândia, adversário na disputa por uma vaga na Copa, os peruanos tem a banda Green Day e seus fãs pela frene para conseguir realizar a partida de volta no Estádio Nacional.

O jogo decisivo contra os neozelandeses será no dia 14 de novembro, mas um show da banda americana já está marcado para o dia seguinte no principal estádio do futebol peruano e inclusive com ingressos vendidos, o que impossibilitaria a realização da partida.

Devido à importância do jogo, a Federação Peruana de Futebol (FPF) pediu que o Instituto Peruano de Esporte intervisse para conseguir que a partida fosse disputada no estádio. Em resposta, a empresa Move Concerts, responsável pelo evento, respondeu que a federação pode arcar com o prejuízo se optar por cancelar o show.

Ainda sem local confirmado, sabe-se apenas que Peru e Novz Zelândia se enfrentam em partidas de ida e volta, a primeira na Oceania, no dia 5 de novembto, e o jogo de volta, no Peru, em novembro.

Confira a nota oficial da Federaçãoo Peruana de Futebol:

A Federação Peruana de Futebol expressa que o jogo de repescagem no próximo mês de novembro precisa ser jogado no Estádio Nacional;

Em 20 de junho, a FPF enviou um comunicado oficial ao IPD solicitando a reserva do Estádio Nacional para a data da repescagem da Copa do Mundo da Rússia 2018. Ou seja, com cinco meses de antecedência. Neste mesmo dia, em entrevista, o presidente do IPD garantiu publicamente que o jogo seria disputado no Estádio Nacional;

No dia 29 de setembro (ou seja, mais de três meses depois de enviarmos nossa carta do dia 20 de junho), recebemos um comunicado do IPD nos dizendo que, para poder utilizar o Estádio Nacional na data prevista, deveríamos chegar a um acordo com o empresário de um show, para que "nos ceda sua posição contratual, sob certas condições" (que, segundo nos disse, seriam, entre outras, o pagamento dos ingressos que não puderam vender para o show, programado sem consulta);

Recorremos ao Poder Executivo que, assim como todo o povo peruano, se mostrou comprometido com o apoio a nossa seleção e nos garante o uso do Estádio Nacional, pois se deve priorizar a utilização da infraestrutura esportiva para o que é seu fim natural, e não sobrepor um uso comercial que afeta o esforço de nosso jogadores e o trabalho que vem realizado a FPF para conseguir o objetivo de ver nosso país representado na próxima Copa do Mundo de 2018.