Implacável contra paulistas, Cuiabá tentará dar o troco em seu único algoz

Dourado pegará a Ponte Preta, adversária deste sábado, às 16h30, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 25ª rodada

por Agência Futebol Interior

Cuiabá, MT, 27 (AFI) - O Cuiabá, na maioria das vezes, pontuou contra rivais paulistas pela Série B do Campeonato Brasileiro. Foram 14 pontos em sete duelos. O Dourado até arrancou ponto do líder Bragantino e fora de casa (1 a 1). Apenas um clube do estado deu dor de cabeça, justamente a Ponte Preta, adversária deste sábado, às 16h30, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 25ª rodada.

Para manter o sonho do acesso, o time do técnico Itamar Schulle tentará dar o troco na Macaca em duelo de seis pontos. A Ponte Preta venceu fora por 3 a 1 no turno. Todos os outros adversários paulistas não conseguiram a mesma façanha ante o clube mato-grossense. Foram seis jogos com quatro vitórias e dois empates.

"Eles vão jogar em casa, com o apoio do seu torcedor que cobra e vibra muito. Sabemos que é um jogo difícil, mas também sabemos que o Cuiabá conquistou vitórias importantes fora de casa contra grandes equipes, como é a Ponte Preta. Vamos lá com a intenção de ter equilíbrio para buscar a vitória", disse o comandante.

Itamar Schulle projeta vitória contr a Ponte Preta fora de casa pela Série B. (Foto: AssComm)
Itamar Schulle projeta vitória contr a Ponte Preta fora de casa pela Série B. (Foto: AssComm)
Ausências!

Com um confronto a menos do que os rivais após a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ter adiado o duelo contra o Coritiba por causa das condições do gramado da Arena Pantanal, o Cuiabá aparece no 7º lugar com 35 pontos, três a mais do que a Ponte Preta. Para dar o troco, no entanto, o Cuiabá terá que suoerar desfalques.

O lateral Jonas e os meio-campistas Jean Patrick e Alê seguem fora, entregues ao departamento médico. O lateral-esquerdo Alex Ruan e o meia Renan Bressan também ficarão de fora. A novidade será a volta do atacante Gilmar.

O Cuiabá deverá ir a campo com Victor Souza; Toty, Ednei, Anderson Conceição e Paulinho;
Escobar, Moisés e Mateus Anderson; Felipe Marques, Júnior Todinho e Rodolfo.