Abel Braga admite jogo ruim e vê Atlético-MG superior ao Cruzeiro

Apesar de ter jogado mal, a Raposa empatou e segue fora da zona de rebaixamento

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 10 - O empate por 0 a 0 com o Atlético-MG neste domingo não foi dos melhores para o Cruzeiro no quesito classificação. O desempenho no duelo também não agradou ao técnico Abel Braga, que admitiu a superioridade do rival durante os 90 minutos.

"O jogo foi resumido, para nós, em trinta minutos muito bem jogados, sufocando, apesar do calor. Depois eles conseguiram encaixar, principalmente porque veio para dentro do campo, tanto o Otero e o Luan. No todo, foi um jogo ruim, não teve beleza, e eu acho que você juntar tudo, nós não fizemos um grande jogo, achei o Atlético-MG superior", comentou o treinador.

Cruzeiro não jogou bem, mas conseguiu o empate no clássico
Cruzeiro não jogou bem, mas conseguiu o empate no clássico

Com o resultado deste domingo, o Cruzeiro chegou ao décimo jogo de invencibilidade, mas nesta sequência empatou sete vezes, o que mantém ele perto da zona de rebaixamento do Brasileiro, com 35 pontos, dois na frente do Botafogo, que fecha a 32ª rodada da competição em duelo com o Avaí, nesta segunda-feira, no Rio.

"A gente não pode esperar mais. No fundo, o primeiro critério é o numero de vitórias, e elas são muito poucas (7), invencibilidade não garante em lugar nenhum, precisamos de pontos. Com todo respeito ao adversário, no próximo jogo, nós matamos ou morremos de vez. Temos que buscar pelo menos três vitórias", concluiu.

TÁ PESANDO
Para o capitão Henrique, às vezes, jogar em casa o fato da ansiedade em acertar pode estar atrapalhando.

"Sempre é importante vencer em casa e acho que esta ansiedade de jogar bem, de mostrar para a torcida que estamos lutando, está atrapalhando. Estamos tentando e errando nos detalhes. E são nos detalhes que o jogo se define. Precisamos escolher o momento certo para decidir o jogo, manter a tranquilidade porque daí o gol sai naturalmente", afirmou.