Henrique destaca preocupação do Corinthians com bola aérea: 'Temos de acertar'

Dois dois primeiros gols da derrota por 3 a 0 para o Flamengo saíram após cobrança de escanteio

por Agência Estado

São Paulo, SP, 09 - A derrota por 3 a 0 para o Flamengo na última sexta-feira pelo Campeonato Brasileiro serviu para ligar o sinal de alerta da defesa do Corinthians para as bolas aéreas. Isso porque os dois primeiros gols do time rubro-negro saíram após cobrança de escanteio, às vésperas do jogo de ida da final da Copa do Brasil.

"É o que a gente mais treina (jogada aérea). A gente conversou depois do jogo, no pouco tempo que a gente tem de treino a gente faz a bola parada. Temos que acertar para parar de tomar gols de bola parada, que nos prejudicam. A gente conversou para estar mais concentrado", afirmou o zagueiro Henrique.

O elenco do Corinthians já está em Belo Horizonte para o primeiro jogo da final da Copa do Brasil. Na quarta-feira, às 21h45, o time alvinegro visitará o Cruzeiro, no Mineirão. Para Henrique, a chave foi virada e o último tropeço, a pior derrota da história da equipe em sua Arena, ficou para trás.

"São coisas diferentes e distintas. Com tantas mudanças que aconteceram, a gente vem se fortalecendo. Aqui dentro confiamos um no outro, já demonstramos em campo do que somos capazes. Sofremos diante do Flamengo para conseguir a vaga na final diante de uma equipe difícil, um jogo de 180 minutos. Conseguimos um empate fora e decidimos em casa. Agora que o Cruzeiro saiu da Libertadores e está quase igual a gente no Brasileiro, sabemos como será um jogo difícil. Trabalhamos para conseguir um bom resultado lá e ser campeão aqui", afirmou.

Foto: Daniel Augusto Jr
Foto: Daniel Augusto Jr
SEM RISCOS
Para esse primeiro jogo, Henrique acha que o Corinthians não pode se arriscar tanto no ataque. "Temos que tomar cuidado, o mesmo que tomamos contra o Flamengo. Na final não pode ter erros, tem que entrar focado, ligado, para conseguir uma grande partida nesse primeiro tempo dos 180 minutos. Trazer um bom resultado e decidir em casa", finalizou.

O técnico Jair Ventura ainda não confirmou a escalação do Corinthians. A principal dúvida é o lateral-direito Fagner, que está em fase final de recuperação de uma fibrose na coxa esquerda. O jogador ficou de fora das duas últimas partidas do Corinthians no Campeonato Brasileiro. Na segunda-feira, ele apareceu no gramado, mas realizou um trabalho em separado.

Sem ele, Mantuan começou entre os titulares, mas depois deu lugar ao zagueiro Pedro Henrique. Gabriel, que vinha atuando improvisado no setor, assumiu a vaga do volante Douglas, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

O Corinthians treina nesta terça-feira, às 15h30, no CT do Coimbra, localizado na cidade de Contagem, a 20km de Belo Horizonte. Antes do trabalho, o goleiro Cássio concederá entrevista coletiva, às 11h15, no Mineirão. Ele falará ao lado do goleiro Fábio, do Cruzeiro. Os supervisores de arbitragem, Sérgio Corrêa e Manoel Serapião, também estarão presentes no local para comentar os preparativos do árbitro de vídeo, o VAR.

A tendência é que Jair não confirme a escalação. No entanto, o provável time que entrará em campo ter: Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Gabriel; Romero, Jadson, Mateus Vital e Clayson.

 
 
" />