Paulistão: Corinthians vê 'clima favorável' pra negociação de dívida do Itaquerão

Uma das garantias dadas para que o clube conseguisse o financiamento de R$ 400 milhões junto ao BNDES foi parte do Parque São Jorge

por Agência Estado

São Paulo, SP, 06 - O Corinthians emitiu um comunicado oficial em que demonstra otimismo em relação à negociação de sua dívida com a Caixa Econômica Federal referente à construção do Itaquerão.

De acordo com o clube, a diretoria, representada por Luís Paulo Rosenberg, manteve contato com a instituição financeira durante boa parte da segunda-feira, e espera negociar também com a construtora Odebrecht.O clube fala em um "clima favorável" para as negociações e nega qualquer tipo de "truculência" por parte da Caixa ou ameaças sobre o Parque São Jorge.

Corinthians vê 'clima favorável' pra negociação de dívida do Itaquerão
Corinthians vê 'clima favorável' pra negociação de dívida do Itaquerão

"A diretoria do Sport Club Corinthians Paulista, representada por Luís Paulo Rosenberg, manteve conversas com a diretoria da Caixa durante toda a tarde. O clube já procura colocar o endividamento referente à construção da Arena Corinthians em ordem o mais rápido possível, e as negociações prosseguirão também com a Odebrecht. O clima entre todas as partes é muito favorável, e o respeito é mútuo. O clube reforça ainda que não foi demonstrada, em momento algum, truculência por parte da Caixa com ameaças sobre o Parque São Jorge. O clube manterá as corintianas e os corintianos informados na medida dos avanços nas negociações", afirma o Corinthians.

Apesar de não fazer referência direta, a nota é uma resposta do clube à notícia de que o banco teria decidido executar as garantias do empréstimo feito ao Corinthians. Uma das garantias dadas para que o clube conseguisse o financiamento de R$ 400 milhões junto ao BNDES, intermediado pela Caixa, foi parte do terreno do Parque São Jorge.