Após derrotas traumáticas, Modric diz que avanço às quartas tirou peso da Croácia

Jogador participou das equipes que foram eliminadas de forma dramática no primeiro confronto eliminatório das Eurocopas de 2008 e 2016

por Agência Estado

  • A cobertura da Copa do Mundo é um oferecimento

Campinas, SP, 05 - Titular do meio de campo da Croácia há uma década, Luka Modric mostrou alívio por ter conseguido avançar às quartas de final da Copa do Mundo com a seleção iugoslava. O jogador participou das equipes que foram eliminadas de forma traumática no primeiro confronto eliminatório das Eurocopas de 2008 e 2016.

"Desde que eu jogo pela seleção, nós nunca passamos das oitavas de final. Foi muito importante tirar esse peso das nossas costas", afirmou Modric em entrevista ao site da Fifa, publicada nesta quinta-feira.

Após derrotas traumáticas, Modric diz que avanço às quartas tirou peso da Croácia
Após derrotas traumáticas, Modric diz que avanço às quartas tirou peso da Croácia

FOI OSSO!
Na Eurocopa de 2008, a Croácia foi eliminada nos pênaltis pela Turquia, depois de abrir o placar aos 14 minutos do segundo tempo da prorrogação e sofrer o empate aos 17. Já no torneio continental de 2016, Portugal eliminou os croatas na prorrogação.

"Conseguimos um grande resultado depois de muitos anos de tentativas e isso significa muito para mim. Comigo em campo, tivemos experiências de muito azar em derrotas, em especial essas duas. Precisávamos dar sorte desta vez e merecemos a classificação", disse o meio-campista.

FOI POR POUCO
Após empate por 1 a 1, o triunfo sobre a Dinamarca deste Mundial veio nos pênaltis, mas cobrança desperdiçada por Modric na prorrogação poderia ter garantido a vaga croata nas quartas de final com mais tranquilidade. Na disputa de penalidades, porém, o meio-campista chutou no meio do gol e balançou as redes.

"Eu estava calmo e focado. Abracei a responsabilidade por ser o capitão da equipe e tive de ir lá de novo. Fiquei muito emocionado depois que vencemos. Queria que essa seleção confirmasse o talento dela e desse um passo adiante. A partida não foi agradável, mas nosso objetivo foi alcançado", disse Modric, que agora vai defender a Croácia contra a anfitriã Rússia, às 15 horas (de Brasília) deste sábado, em Sochi.

FALA, FERA!
"Espero a Rússia com uma tática parecida com a da Dinamarca, fechada na defesa. É uma seleção que corre bastante e é muito organizada, merece estar nas quartas de final. É certo que estão nos olhando com chance de avançar. Enfrentar essa equipe e a torcida vai ser um espetáculo", avaliou o jogador do Real Madrid.

RUMO AO TÍTULO
Sobre a chance de ser campeão, Modric se emociona só de pensar.

"Estar nessa Copa do Mundo é um privilégio. Jogar por essa equipe é uma honra e um prazer, mas ganhar o título é inimaginável, levantar o troféu como capitão é o mais bonito conto de fadas!", empolgou-se o croata, que estava nas seleções eliminadas na primeira fase dos torneios de 2006, quando era reserva, e 2014, quando já era titular.

 
 
  • A cobertura da Copa do Mundo é um oferecimento
" />