Corinthians x Vasco - Quem termina o dever de casa atrasado primeiro?

Em fluxos opostos, paulistas e cariocas lutam pela sobrevivência em seus objetivos no Brasileirão

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 20 (AFI) - De forma bem atrasada, Corinthians e Vasco buscam cumprir os seus objetivos na reta final do Campeonato Brasileiro. Em fluxos opostos, o Timão ainda sonha com uma vaga na Copa Libertadores, enquanto o Cruz-Maltino segue lutando para não ser rebaixado à Série B.

Uma curiosidade além do atraso cerca os dois times envolvidos, já que dependem de resultados alheios para alcançar o proposto na reta final da temporada.

A SALVAÇÃO DA TEMPORADA

O ano de 2020 não foi simples para o Corinthians. Com demissão de treinador, mudança feroz no estilo de jogo e muitas oscilações, o Timão se reencontrou, finalmente, após a chegada de Vagner Mancini, que arrumou a casa e deu rumo a um novo futebol apresentado pela equipe paulista.

O Corinthians venceu o Vasco em São Januário no primeiro turno. Foto: Rodrigo Coca/Corinthians
O Corinthians venceu o Vasco em São Januário no primeiro turno. Foto: Rodrigo Coca/Corinthians

Lutando por uma vaga na Copa Libertadores, fala-se muito, nos últimos dias, sobre merecimento ou não na principal vaga do continente sul-americano. Entre a dúvida para resposta está uma certeza: o Timão segue vivo na disputa e com chances matemáticas.

Para continuar sonhando, o Corinthians terá que vencer o Vasco no próximo domingo (21), na Neo Química Arena, contando com o retorno do lateral-direito Fagner, que não atuou na última rodada por cumprir suspensão automática.

Apesar de poder perder o volante Gabriel, que sentiu dores musculares contra o Santos, o Timão poderá comemorar a volta de Cazares ao 11 inicial. O meia atuou diante do Peixe nos minutos finais e tem chances de retornar no lugar do chileno Araos.

SE PERDER PODE CAIR...

Enquanto o Internacional pode ser campeão de forma antecipada no Rio de Janeiro contra o Flamengo, em São Paulo, o Vasco poderá ser rebaixado de maneira precoce. Em caso de derrota para o Corinthians, e triunfo do Bahia diante do Fortaleza, o Cruz-Maltino estará rebaixado matematicamente uma rodada antes do fim do Brasileirão.

Presença de Benítez não é certa diante do Corinthians. Foto: Vasco/Divulgação
Presença de Benítez não é certa diante do Corinthians. Foto: Vasco/Divulgação
Se a notícia em si já é um baque, ela piora a partir do momento em que os vascaínos analisam o seu adversário e o retrospecto diante deles. O Vasco não vence o Corinthians há 18 partidas, sendo 11 vitórias do Timão e sete empates.

Se a análise for feita do último triunfo do Cruz-Maltino fora de casa diante dos paulistas a situação fica ainda pior. A última vez que isso aconteceu foi no Campeonato Brasileiro de 2007, quando o Vasco venceu por 1 a 0, com gol de Alan Kardec.

Para piorar ainda mais, o time carioca não deve contar com o camisa 10 Benítez, o cara que pensa o meio de campo do Vasco, já que o argentino acusou dores musculares na coxa e não treinou nos últimos dias.

Por fim, a parte boa é que o zagueiro Marcelo Alves retorna, após cumprir suspensão automática contra o Internacional, e deverá formar dupla ao lado de Leandro Castán.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
37ª rodada
Data
21/02/2021
Horário
16h00
Local
Neo Química Arena - São Paulo (SP)
Árbitro
Anderson Daronco (RS)

Assistentes
Rafael da Silva Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)

Público
Portões fechados
Cartões Amarelos
Corinthians-SP: Fagner
Vasco da Gama-RJ: Talles Magno, Marcos Júnior

Corinthians-SP
Cássio;
Fagner (Michel Macedo), Jemerson, Gil e Fábio Santos;
Gabriel, Ramiro, Aros (Cazares), Mateus Vital (Otero) e Gustavo Mosquito (Gabriel Pereira);
Léo Natel (Jô).
Técnico: Vagner Mancini
Vasco da Gama-RJ
Fernando Miguel;
Léo Matos; Leandro Castán, Ricardo Graça e Henrique;
Bruno Gomes, Andrey (Juninho), Carlinhos (Marcos Júnior) e Yago Pikachu (Gabriel Pec);
Cano (Tiago Reis) e Talles Magno (Ygor Catatau).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo