​Ceará 2 x 2 Palmeiras - Verdão abre vantagem, mas vacila e leva empate do lanterna

Após abrir 2 a 0, o Palmeiras recuou e viu o Ceará buscar o empate em Fortaleza

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 10 (AFI) - O Palmeiras perdeu a chance de assumir a vice-liderança do Campeonato Brasileiro ao empatar por 2 a 2 contra o lanterna Ceará, neste domingo, na Arena Castelão, em Fortaleza, pela 11.ª rodada. O time paulista chegou a abrir 2 a 0 ainda no primeiro tempo, desperdiçou chances para definir o confronto, se acomodou na etapa final e permitiu a recuperação do clube cearense.

Thiago Santos e Dudu marcaram para o Palmeiras, antes dos 25 minutos de jogo. Felipe Azevedo, ainda na etapa inicial, e Elton, no final do confronto, empataram o placar. Com o resultado, o clube paulista soma 18 pontos na tabela de classificação, contra cinco do Ceará.

PRIMEIRO TEMPO
Ceará e Palmeiras fizeram um primeiro tempo movimentado, culpa, principalmente, do primeiro gol palmeirense logo aos cinco minutos de jogo. Com o placar alterado já no início, o planejamento inicial dos dois times mudou. E, a cada gol, um novo cenário se desenhava, com os times se adaptando e uma nova proposta de jogo sendo implementada. Muitos ataques, poucas faltas, nenhum cartão amarelo na etapa inicial.

O Palmeiras abriu o placar logo no primeiro ataque. Aos 5 minutos, Dudu cobrou escanteio pela esquerda, Thiago Santos subiu sozinho na linha da pequena área e cabeceou, sem qualquer marcação, para as redes.

Após abrir 2 a 0, o Palmeiras recuou e viu o Ceará buscar o empate em Fortaleza
Após abrir 2 a 0, o Palmeiras recuou e viu o Ceará buscar o empate em Fortaleza
O gol sofrido logo no início desestabilizou o Ceará. Em desvantagem e precisando da vitória para deixar a lanterna do Brasileirão, o time cearense avançou, apertou o Palmeiras, mas deu espaços na sua defesa. E, em uma falha individual do setor defensivo, acabou sofrendo o segundo gol. Aos 22 minutos, Luiz Otávio bobeou e, sozinho, perdeu a bola para Lucas Lima. Após boa e rápida triangulação do ataque palmeirense, Hyoran recebeu lançamento na esquerda e rolou para Dudu, dentro da área, empurrar para as redes.

O Ceará teve forças para reagir rapidamente e, três minutos depois, diminuiu a desvantagem e voltou ao jogo novamente. Aos 25 minutos, Samuel Xavier cruzou da direita e Felipe Azevedo, livre de marcação, acertou uma bela cabeça no canto de Jaílson.

SEGUNDO TEMPO
No início do segundo tempo o cenário mudou. Palmeiras e Ceará voltaram mais cautelosos, arriscando menos e estudando mais as jogadas do adversário. O jogo caiu de rendimento e ficou previsível.

Após os 25 minutos, o Ceará começou a buscar mais o campo de ataque, enquanto que o Palmeiras esperou no setor defensivo, de olho no contra-ataque que pudesse ampliar o marcador. Em um deles, aos 31, Hyoran perdeu grande chance de matar o jogo. Após receber bom passe de Willian na direita, o meia, sozinho, chutou sobre o travessão.

Nos minutos finais, o Ceará chegou ao empate. Pio cruzou na área, Felipe Azevedo desviou, Elton se antecipou a Jailson e tocou no canto esquerdo do goleiro palmeirense. Nos acréscimos, o goleiro Everson ainda fez bela defesa após um chute de Moisés e garantiu um importante ponto para os cearenses na sua recuperação para deixar a zona do rebaixamento.

PRÓXIMOS JOGOS
Na próxima rodada, a última antes da paralisação para a Copa do Mundo na Rússia, Palmeiras recebe o líder Flamengo, nesta quarta-feira, às 21 horas, no estádio Allianz Parque, em São Paulo. No mesmo dia, o Ceará viaja a Belo Horizonte para enfrentar o Atlético Mineiro, às 21h45, no estádio Independência.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
11ª rodada
Data
10/06/2018
Horário
16h00
Local
Arena Castelão - Fortaleza (CE)
Árbitro
Jean Pierre Goncalves Lima (RS)

Renda
R$ 959.576,00
Assistentes
Leirson Peng Martins e José Eduardo Calza

Público
32.732 torcedores
Cartões Amarelos
Ceará-CE: Samuel Xavier, Pio
Palmeiras-SP: Victor Luis, Willian

Gols
Ceará-CE: Felipe Azevedo 25' 1T, Elton 42' 2T
Palmeiras-SP: Thiago Santos 5' 1T, Dudu 22' 1T
Ceará-CE
Éverson;
Samuel Xavier (Arnaldo), Rafael Pereira, Luiz Otávio e João Lucas;
Naldo, Pio, Reina (Elton) e Ricardinho;
Felipe Azevedo e Eder Luis (Luidy).
Técnico: Lisca
Palmeiras-SP
Jailton;
Marcos Rocha, Thiago Martins, Edu Dracena e Victor Luis;
Thiago Santos, Jean, Lucas Lima (Moisés) e Hyoran (Mayke);
William e Dudu (Artur).
Técnico: Roger Machado
 
 
" />