Seleção do Brasileirão com três meias clássicos e cheia de artilheiros

Última rodada do turno marcou a queda da invencibilidade de 15 jogos do líder Fluminense

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 05 (AFI) – A 19ª rodada e última do primeiro turno marcou a queda da invencibilidade de 15 jogos do líder Fluminense. Méritos para o Guarani, que soube explorar o mal momento do Tricolor. Corinthians, São Paulo, Cruzeiro, Atlético-GO e Inter também foram bem e abocanharam algumas vagas na Seleção do Brasileirão.

Em uma rodada com 33 gols em dez partidas, média de 3,3 por jogo, seria impossível montar uma Seleção FI na retranca. Por conta disso, o Portal FI traz a Seleção da Rodada com três meias clássicos e três atacantes. O comandante é o invicto PC Gusmão, que ganhou outra com o Vasco.

Confira os destaques da 19ª rodada do Brasileirão:

Goleiro: Rafael (Santos) – Na falta de Neymar e Paulo Henrique Ganso, ele foi a grande estrela do Santos, neste domingo. O Peixe não conseguiu exibir um grande futebol e, por muitas, teve de ser salvo pelo camisa 1. Mesmo jovem, tem honrado o manto alvinegro.

Lateral-direito: Léo Moura (Flamengo) – Se a nova dupla de ataque do Flamengo, formada por Diogo e Deivid, estivesse em forma e mais entrosada, a vitória era certa. Léo Moura infernizou a defesa santista e foi a principal arma ofensiva do time rubro-negro. Fez grandes jogadas na despedida do Maraca.

Zagueiro: Rodolfo (Atlético-PR) – O Atlético-PR conseguiu se segurar contra o Avaí e muito deve a sua defesa. Rodolfo teve uma atuação segura, mais uma vez, e foi um dos principais responsáveis por outra vitória rubro-negra.

Zagueiro: Fabão (Guarani) - O xerife da zaga alviverde fez mais uma grande partida e se redimiu de suas últimas expulsões. Anulou o artilheiro Washington e ainda fez o gol da vitória cobrando falta.

Lateral-esquerdo: Kléber (Internacional) – Quanto mais o tempo passa, melhor é a qualidade de seu passe. Em tempos de escassez na lateral esquerda, o jogador mais uma vez se destacou. Deu passe para os dois gols do Inter e foi o grande nome na vitória sobre o Grêmio Prudente.

Meias: Roger (Cruzeiro) – Entrou no intervalo no lugar do zagueiro Gil e mudou a história do jogo. Quando entrou em campo, o Palmeiras vencia por 2 a 0. O “maridão” da Déborah Secco, porém, fez um gol, deu passe para outro e o Cruzeiro quase goleiou o Verdão.

Meia: Bruno César (Corinthians) – O novo “camisa 10” definitivamente caiu nas graças da Fiel. Com mais uma grande atuação, foi determinante na goleada sobre o Goiás. Fez um gol, deu passe para outro e ainda sofreu uma pênalti. Falar mais o quê?

Meia: Elias (Atlético-GO) - Foi novamente o maestro do time goiano na luta contra o rebaixamento. Elias marcou dois gols e deu passe para o segundo do Dragão, marcado por Juninho. O camisa 10 do Atlético-GO já desponta como "salvador da pátria", para evitar o retorno à Série B em 2011.

Atacante: Marcelinho (São Paulo) - Revelado nas categorias de base do Tricolor, o jovem jogador fez o gol de empate no começo do segundo tempo e depois criou uma linda jogada que originou o terceiro, de Fernandão. Deixou o campo cansado. Apesar de ser um meia, tem atuado como um ponta, no time profissional do São Paulo.

Atacante: Jonas (Grêmio) – Foi o grande herói do Tricolor gaúcho. Com uma reação digna do apelido de sua equipe, “Imortal”, Jonas foi guerreiro e acreditou até o fim. Marcou dois gols, sendo o segundo deles aos 40 do segundo.

Atacante: Iarley (Corinthians) – O Iarley já chegou a deixar o Pacaembu vaiado. Ele, entretanto, foi perseverante e esperou sua chance. Pois bem, contra o Goiás ele arrebentou, fez dois gols e deixou o gramado aplaudido. Valeu a pena ser paciente.

Técnico: PC Gusmão (Vasco) - O time cruzmaltino cresceu bastante de produção desde a sua chegada e se aproxima dos primeiros a cada rodada. Ainda não perdeu no Campeonato Brasileiro, chegando a 18 jogos sem derrota e na rodada bateu o Ceará, por 2 a 0, seu antigo clube.