Gaúcho: Torcida do Brasil protesta e pede saída de presidente

Um grupo de torcedores parou o ônibus com a delegação na saída para o treinamento

por Agência Futebol Interior

Pelotas, RS, 06 (AFI) - O péssimo início do Brasil de Pelotas no Campeonato Gaúcho fez a torcida perder a paciência. Houve protesto na última quarta-feira contra jogadores e dirigentes.

O ônibus com a delegação xavante foi parado por alguns torcedores na Avenida Juscelino Kubitschek - atrás do Estádio Bento Freitas - quando se diria para a Arena Marini, onde seria realizado o treinamento.

Protesto da torcida do Brasil (Foto: André Muller/Rádio Pelotense)
Protesto da torcida do Brasil (Foto: André Muller/Rádio Pelotense)
O técnico Gustavo Papa e o auxiliar Jeferson Cirilo foram até a porta do ônibus e ouviram as cobranças dos torcedores. A principal crítica foi em relação ao fato do Brasil de Pelotas ainda não ter marcado gol no Gauchão.

Depois disso, o grupo de torcedores foi até ao Bento Freitas com faixas pedindo as saídas do presidente Ricardo Fonseca e do executivo de futebol Edu Presce. Ninguém da diretoria, porém, deu as caras.

Na lanterna do Grupo B do Campeonato Gaúcho, com apenas um ponto em três jogos, o Brasil de Pelotas recebe o São José, neste sábado, no Estádio Bento Freitas, pela quinta rodada.