Sem protestos, Botafogo volta ao Rio e foca no clássico contra o Flamengo

Com 33 pontos, o Botafogo está na 14.ª colocação e o primeiro time na zona de rebaixamento é o rival Fluminense, em 17.º lugar com 31

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 04 (AFI) - A goleada por 4 a 1 sofrida para o Santos, no último domingo, no estádio da Vila Belmiro, em Santos, que deixou o Botafogo muito perto da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, poderia ocasionar protestos da torcida na volta da delegação ao Rio de Janeiro. Mas não foi isso o que aconteceu. Nesta segunda-feira, os jogadores e a comissão técnica desembarcaram no Aeroporto Internacional do Galeão em clima de tranquilidade, sem a presença de qualquer torcedor.

Sem protesto! (Foto: Vitor Silva / SSPress / BFR)
Sem protesto! (Foto: Vitor Silva / SSPress / BFR)
Pela manhã, ainda em São Paulo, os atletas treinaram fisicamente no hotel onde o time ficou concentrado para a partida em Santos. Na chegada no Rio de Janeiro, o lateral-direito Marcinho, que foi substituído contra o Santos, desembarcou mancando. Ele faria exame de ressonância magnética no joelho direito para saber o grau da lesão.

O foco do elenco botafoguense está agora no clássico contra o Flamengo, líder do Brasileirão, nesta quinta-feira, às 20 horas, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, pela 31.ª rodada. A reapresentação dos jogadores está marcada para a tarde desta terça, no campo anexo ao Engenhão.

A goleada para o Santos foi a terceira derrota seguida da equipe, que faz péssima campanha no returno da competição: duas vitórias e nove derrotas em 11 jogos. Com 33 pontos, o Botafogo está na 14.ª colocação. O primeiro time na zona de rebaixamento é o rival Fluminense, em 17.º lugar com 31.