Carioca: Gatito Fernández chega ao Botafogo e já projeta disputa com Jefferson

Há dois anos e meio no Brasil, arqueiro terá este ano a oportunidade de disputar sua primeira Libertadores por um clube do País

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 13 - O paraguaio Gatito Fernández foi oficialmente apresentado nesta sexta-feira como novo reforço do Botafogo para a temporada. Depois de se destacar no Figueirense em 2016, o jogador chega em alta ao clube, mas terá uma dura tarefa para alcançar a titularidade: barrar Jefferson, ídolo do clube com passagens pela seleção brasileira.

"Sei do Jefferson, um ídolo do clube e capitão do time. Se tiver a chance de jogar, vou buscar dar o meu melhor. No Botafogo, contamos com também dois grandes goleiros, o Helton e o Saulo, e vou brigar por essa vaga", declarou.

Há dois anos e meio no Brasil, Gatito terá este ano a oportunidade de disputar sua primeira Libertadores por um clube do País. O Botafogo tem caminho difícil para chegar à fase de grupos, estreando contra o Colo Colo no estágio preliminar e podendo ter o Olimpia no caminho.

Gatito Fernández chega ao Botafogo e já projeta disputa com Jefferson (Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo)
Gatito Fernández chega ao Botafogo e já projeta disputa com Jefferson (Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo)
"A Libertadores é uma das competições mais importantes e vamos pegar um time importante como o Colo Colo, um grande do Chile. Mas o Botafogo também é grande e o elenco modificou pouco. Estamos bem encaminhados e se Deus quiser vamos passar dessa fase para enfrentar provavelmente um time paraguaio. Vamos batalhar para ir o mais longe possível", projetou.

Gatito é filho do Gato Fernández, também goleiro paraguaio que atuou no Brasil no início da década de 90, por Internacional e Palmeiras. E foi justamente no clube gaúcho que o arqueiro trabalhou com Antônio Lopes, hoje gerente de futebol do Botafogo e responsável por apresentar Gatito nesta sexta.

"Tenho a alegria de apresentar o Gatito Fernández. Vi esse garoto pequeno, com uns cinco anos de idade. O pai dele, o Gato Fernández, foi meu jogador no Internacional em 1992 e o ajudei muito a ganhar uma Copa do Brasil e o bi estadual. Disse a ele que espero que seja importante aqui pra mim como seu pai foi no Internacional. Essa é a minha alegria. Um excelente profissional, jogador de seleção paraguaia e tenho certeza que nos ajudará bastante nas competições que o Botafogo vai disputar, principalmente a Libertadores. Posso afirmar que o Botafogo fez uma grande contratação", afirmou Lopes.

aaa