Catarinense: Geninho é absolvido pelo TJD e comanda o Avaí no final de semana

O treinador corria o risco de pegar uma suspensão entre 360 e 720 dias

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 06 (AFI) - Geninho foi absolvido pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) de Santa Catarina. O treinador do Avaí foi julgado por ‘incitar a violência’ no clássico contra o Figueirense, no dia 27 de janeiro, pela 4ª rodada do Campeonato Catarinense.

Após a derrota por 1 a 0 no Orlando Scarpelli, o comandante perdeu a paciência com uma entrada dura de Betinho pra cima de Caio Paulista e chegou a dizer que o volante merecia um ‘soco na cara’.

O treinador corria o risco de pegar uma suspensão entre 360 e 720 dias, ou seja, entre um e dois anos longe do futebol, além da multa que ia de R$ 10 mil até R$ 100 mil. Absolvido, o treinador está confirmado para o jogo do próximo domingo, às 17 horas, contra o Tubarão no estádio Domingos Gonzalez, em Tubarão, pela 7ª rodada.

Geninho é absolvido pelo TJD e comanda o Avaí no final de semana
Geninho é absolvido pelo TJD e comanda o Avaí no final de semana

BETINHO ABSOLVIDO
Além de Geninho, Betinho também foi julgado pelo TJD na terça-feira e acabou absolvido. Ele reconheceu que a entrada em Caio Paulista foi muito forte e chegou a ligar para o rival para pedir desculpa.

O volante foi enquadrado no artigo do Código Brasileiro de Justiça Desportiva que falava sobre “praticar agressão física, prova ou equivalente, durante a partida”.

Depois da goleada por 3 a 0 pra cima do Criciúma no último final de semana, o Avaí vive um momento de tranquilidade no Campeonato Catarinense. O clube vinha de duas derrotas consecutivas e estava se distanciando da liderança.

Hoje com 10 pontos, está a quatro de Figueirense e Chapecoense, que tem 14 cada. Na próxima quarta-feira, ás 20h30, o clube estreia na Copa do Brasil contra o Real Ariquemes em Rondônia.

 
 
" />