Atleticanos veem time melhor do que o Botafogo e culpam expulsão pela derrota

Igor Rabello foi quem recebeu o vermelho antes do intervalo

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 08 - O Atlético-MG está em queda livre no Brasileirão, no qual acumulou a quarta derrota seguida neste domingo à tarde ao perder para o Botafogo, por 2 a 1, no estádio Engenhão, no Rio.

Apesar dos resultados ruins, os jogadores da equipe mineira viram o time melhor em campo e culparam a expulsão do zagueiro Igor Rabello, ainda no primeiro tempo, como fator determinante para a derrota.

Meia Vinícius comentou sobre o momento ruim do Galo
Meia Vinícius comentou sobre o momento ruim do Galo

"Fomos melhores, com onze, com dez, durante todo jogo. O time teve iniciativa, criou as melhores situações, tinha tudo para sair com a vitória", analisou o lateral Fábio Santos, capitão atleticano neste confronto.

PARTIDA ATÍPICA
"Infelizmente foi uma partida atípica. Logo no primeiro tempo tivemos que fazer duas substituições, uma por lesão, a outra por causa da expulsão. Isso acaba complicando.

A gente estava bem, a partida acabou mudando com o time com dez em campo, mas a equipe lutou. Não foi a estreia que eu queria, tive boas ações, mas é seguir trabalhando para reencontrar o caminho das vitórias", comentou o goleiro Wilson, vindo do Coritiba e que estreou no Atlético neste domingo.

POSIÇÃO CARENTE


O veterano jogador foi contratado na última semana para uma posição carente no elenco atleticano.

Com Victor no departamento médico e Cleiton na seleção brasileira olímpica, Wilson acabou chegando e assumindo a titularidade.

Com a quarta derrota seguida, o Atlético-MG caiu para o oitavo lugar, com 27 pontos, e perdeu contato com o G6 (a zona de classificação para a Libertadores).

"Existe pressão desde que a gente começa a vestir a camisa deste time. O Atlético-MG tem que pontuar todo jogo. O momento é complicado, mas o grupo mostrou que é forte. Agora é usufruir a semana da melhor maneira possível para a que gente volte a pontuar na semana que vem", encerrou o meia Vinícius.