De volta à elite, Atlético-GO quer apagar má impressão deixada em 2017

Na última vez que disputou a Série A, o Dragão caiu com a pior campanha e apenas nove vitórias em 38 jogos

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 07 (AFI) - O Atlético-GO quer apagar a má impressão deixada em 2017, quando disputou pela última vez a elite do Campeonato Brasileiro. Naquela ocasião, o time acabou sendo rebaixado para a Série B com a pior campanha e apenas nove vitórias em 38 jogos.

"Quero muito permanecer na Série A com o menor orçamento do futebol brasileiro, com muito trabalho, disposição e motivação para superar a adversidade financeira", disse o presidente Adson Batista. A folha salarial para o Brasileiro gira em torno de R$ 1.400.000,00.

Foram realizadas muitas mudanças em relação ao elenco que conquistou o acesso no ano passado com a quarta melhor campanha da Série B. Entre as principais contratações estão o goleiro Jean (ex-São Paulo), o meia Everton Felipe (ex-São Paulo e Cruzeiro) e o atacante Renato Kayzer (ex-Vasco, Cruzeiro e Chapecoense).

Vagner Mancini é quem vai comandar o Atlético-GO no Brasileirão
Vagner Mancini é quem vai comandar o Atlético-GO no Brasileirão

No início de julho, a diretoria anunciou a contratação do técnico Vágner Mancini (ex-Grêmio, Santos, Atlético-MG e São Paulo), já que o time vinha sendo comandado de forma interina por Eduardo Souza desde que Cristóvão Borges foi demitido ainda em fevereiro.

O que pode atrapalhar o início do Atlético-GO é o longo período sem disputar uma partida oficial. A última foi no dia 14 de março, contra o Grêmio Anápolis. Isso porque o Campeonato Goiano, que foi paralisado por conta da pandemia do novo coronavírus, será retomado apenas em janeiro de 2021.

Durante esse período, o Atlético-GO realizou quatro jogos-treino para dar ritmo aos seus jogadores e teve um bom aproveitamento, com vitórias sobre Goiânia (6 a 0), Vila Nova (3 a 0) e Capital-DF (7 a 0), além de um empate com o Cuiabá (1 a 1).

ESTREIA!
A estreia do Atlético-GO seria contra o Corinthians, neste domingo, em São Paulo, mas acabou sendo adiada por causa da presença do adversário na final do Paulistão. Assim, o time vai entrar em campo na próxima quarta-feira, contra o Flamengo, no Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia.

"O Atlético-GO é uma equipe grande, assim como todas as outras que disputam o Brasileirão. O nosso primeiro objetivo é a permanência na Série A, que é a competição mais importante no cenário nacional. Precisamos fazer jogos conscientes e sólidos, para não perdermos pontos bobos. Vamos valorizar o nosso mando de campo, para ir atrás de pontos fora de casa. Fazendo isso, acredito que consigamos ficar na primeira divisão", disse Renato Kayzer.

TIME BASE: Jean; Dudu, Éder, Gilvan e Nicolas; Edson, Marlon Freitas, Jorginho; Matheuzinho, Renato Kayzer, Ferrareis. Técnico: Vagner Mancini.