Ainda sem técnico, Atlético-GO terá mudanças para encarar a Ponte

Time será comandado por Eduardo Souza, auxiliar técnico permanente, diante da Macaca

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 13 (AFI) – Com a demissão do técnico Wagner Lopes após o empate com o Vila Nova por 1 a 1, o Atlético-GO será comandado por Eduardo Souza, auxiliar técnico permanente, diante da Ponte Preta. A partida está marcada para às 20h desta segunda-feira, no Estádio Antônio Accioly.

Para esta partida o treinador, será obrigado a mexer na equipe. O zagueiro Oliveira e o meia Nathan, suspensos, estão fora. O lateral Jonathan, com desgaste físico, é dúvida.

Eduardo Souza, auxiliar técnico permanente, dirige o time
Eduardo Souza, auxiliar técnico permanente, dirige o time

Lucas Rocha deve formar a zaga com Gilvan. André Castro volta na vaga de Nathan. Caso Jonathan não jogue, Reginaldo será recuado para a lateral e Jairinho entra no ataque.

O Atlético-GO deve jogar com: Kozlinski; Reginaldo, Lucas Rocha, Gilvan, Nicolas; André Castro, Moacir, Jorginho; Mike, Jairinho, Aylon.

O time goianiense está na terceira posição, com 47 pontos e não vence na Série B há três rodadas.

O nome do novo treinador só deve ser definido após o jogo contra Ponte. O meia Jorginho revelou que os atletas foram pegos de surpresa com a demissão de Lopes.

“O Wagner é um cara super do bem, nos ajudou o ano todo e com aproveitamento muito bom. É um cara que vai fazer muita falta. Mas agora é bola para frente, temos que esquecer isso porque já temos um jogo muito importante contra a Ponte Preta, confronto direto, e temos que fazer valer o mando de campo para sairmos com um bom resultado”, disse.