Após deixar o Brasil, Paulo Roberto Santos recebe sondagem do futebol paulista

O treinador é conhecido como rei do acesso e acumula passagens por São Bento e Guarani

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 13 (AFI) - A equipe do Brasil de Pelotas-RS entra em campo nessa quinta-feira (14), diante do Tubarão-SC em jogo válido pela primeira fase da Copa do Brasil e o time de Pelotas não terá o técnico Paulo Roberto que após o jogo diante do Aimoré se reuniu com diretoria do clube e anunciou sua saída.

O técnico Paulo Roberto continua ainda na cidade de Pelotas para resolver algumas questões e deverá voltar para São Paulo até final de semana e sobre sua saída o treinador queria realizar um grande trabalho no clube, mas os resultados não foram como o esperado.

“A equipe vinha em uma evolução principalmente nos últimos três jogos contra Novo Hamburgo, Juventude e Internacional em tivemos a chance de sair vencedor, saio com consciência de que equipe fez pelo menos de três a quatro atuações boas que poderíamos sair com resultados positivos”, disse treinador.

O treinador que havia sido anunciado em novembro de 2018 para comandar o Brasil no campeonato estadual, Copa do Brasil e Brasileiro Série B, mas teve somente 14 dias de pré-temporada antes da estreia no gauchão com uma equipe completamente reformulada da equipe de jogou no Brasileiro.

“Foram apenas 14 dias de pré-temporada que tivemos para trabalhar e montar equipe visando a temporada 2019, muito pouco tempo, mas mesmo assim a equipe jogou três partidas após estreia os resultados positivos poderiam ter vindo, mas no futebol o treinador vive de resultados e a vida que segue”, disse técnico Paulo Roberto.

Carreira vitoriosa

Paulo Roberto Santos já teve inúmeras alegrias no futebol. Além do acesso com o São Bento, ele fez história no Rio Claro. Em 2001, ele pegou o Galo Azul na extinta Série B2 do Paulistão - quinta divisão estadual - e o levou até a elite estadual. Tudo em sequência. O acesso para a Série A1 foi obtido em 2006. Em 2013, ele voltou ao Rio Claro e conquistou mais um acesso na Série A2.

Paulo Roberto ainda tem títulos e acessos pelos mineiros Pouso Alegre e Minas, foi bicampeão brasiliense pelo Gama e campeão por Paysandu, Atlético Sorocaba e Arapongas. A estante de conquistas do treinador, contudo, ainda tem espaço. Já no São Bento, clube onde marcou época, foram 129 jogos, 53 vitórias e três acesso: Paulista A2 para o Paulistão, Série D para Série C, Série C para a Série B.

CONFIRA OS 12 ACESSOS NA CARREIRA DE PAULO ROBERTO SANTOS:
Pouso Alegre – 2ª divisão de MG/1ª divisão de MG – 1988
Minas Boa Esperança – 2º divisão de MG/1ª divisão de MG – 1989
Unaí – 2ª divisão de MG/1ª divisão de MG – 1993
Rio Claro – 5ª divisão de SP/4ª divisão de SP – 2001
Rio Claro – 4ª divisão de SP/3ª divisão de SP – 2002
Rio Claro – 3ª divisão de SP/2ª divisão de SP- 2005
Rio Claro – 2ª divisão de SP/1ª divisão de SP – 2006
Rio Claro – classificação à Série C – 2007
Rio Claro – 2ª divisão de SP/1ª divisão de SP – 2013
São Bento – 2ª divisão de SP/1ª divisão de SP – 2014
São Bento – Série D/Série C – 2016
São Bento – Série C/Série B – 2017

 
 
" />