Reapresentação do Inter tem pressão da torcida e confusão com homem armado

O Colorado está muito perto de ter seu primeiro rebaixamento à Série B confirmado

por Agência Estado

Porto Alegre, RS - O clima ficou extremamente tenso na reapresentação do Internacional nesta terça-feira, um dia após a derrota para o Corinthians no Itaquerão. Não bastasse a situação desesperadora no Campeonato Brasileiro, a torcida foi ao CT Parque Gigante pressionar. Em meio à confusão, um homem armado quase transformou a manifestação em tragédia.

Do lado de fora do CT, os torcedores tomavam a Avenida Edvaldo Pereira Paiva quando, no meio do protesto, apareceu um homem segurando uma arma. Ele discutiu brevemente com os colorados, os ameaçou e, logo depois, deixou o local. Maiores detalhes sobre o caso não foram revelados.

Homem aparece armado em protesto do Internacional
Homem aparece armado em protesto do Internacional
Em meio às reclamações e aos xingamentos aos jogadores, sobraram alguns gritos ameaçadores ao elenco. "Quero ver conseguir sair do Beira-Rio", chegou a dizer um dos torcedores.

Em campo, os jogadores que não foram titulares contra o Corinthians fizeram uma atividade comandada pelo técnico Lisca. Aqueles que atuaram a maior parte do confronto ficaram na parte interna do CT realizando atividade regenerativa.

A derrota de segunda deixou o Internacional ainda mais perto do rebaixamento. A equipe abre a zona da degola com 39 pontos, três atrás do Vitória, 16.º, a apenas duas rodadas para o fim da competição. No domingo, o time colorado recebe o Cruzeiro e precisa do triunfo para seguir sonhando com a permanência na Série A.