Série D: CSA e Volta Redonda chegam à final e se aproximam de 1º título nacional

Com a classificação para a decisão da Série D, tanto os alagoanos quanto os cariocas buscam seu primeiro troféu de cunho nacional

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 19 (AFI) - Com a definição dos finalistas no último domingo, uma coisa é certa na Série D do Campeonato Brasileiro, teremos um campeão inédito. Tanto o CSA quanto o Volta Redonda, que se enfrentam pelo título, nunca venceram nenhuma competição de cunho nacional em suas histórias.

O CSA, que completou 103 anos neste ano, tem 37 títulos alagoanos em sua história (o maior campeão do estado) e dois títulos estaduais da 2ª divisão. Já o Volta Redonda é um pouco mais caçula, com 40 anos, o Esquadrão de Aço tem três títulos da 2ª Divisão do Campeonato Carioca e quatro Taças da Copa Rio.

Na Série D, competição criada em 2009, o Voltaço conseguiu o acesso após tentar em quatro edições do torneio. Já o CSA participou de cinco edições da Quarta Divisão do Campeonato Brasileiro.

Mas se o assunto é conseguir feitos inéditos, o CSA já tem um em seu currículo que foi conquistado nesta Série D. O Azulão do Mutange foi o primeiro time alagoano a conseguir subir de divisão na Série D do Campeonato Brasileiro. O estado do Rio de Janeiro chegou ao seu terceiro acesso na Série D com o Volta Redonda este ano. Antes, Macaé e Madureira já subiram para a Série C.