Série C: América e Remo acusam Botafogo-PB de escalar jogador irregular

O Belo pode perder pontos caso a irregularidade seja provada, mas o clube garante que tudo não passa de um rumor

por Agência Futebol Interior

João Pessoa, PB, 19 (AFI) - A fase classificatória da Série C do Campeonato Brasileiro se encerrou neste domingo, mas ainda tem time tentando se classificar ou se salvar do rebaixamento. América-RN e Remo ameaçam entra com uma notícia de infração na CBF para denunciar uma suposta escalação irregular do meia Jardson Sapé, do Botafogo-PB, time classificado para as quartas de final.

De acordo com os clubes, o contrato do jogador teria uma assinatura irregular. Ele foi contratado por empréstimo junto ao CSB. O contrato foi assinado por Guilherme Carvalho "Novinho", presidente do Belo, e Josivaldo Alves dos Santos, presidente do Conselho do CSB, além do próprio Sapé.

A acusação se basearia no fato de Josivaldo não ser o presidente do Alviceleste, mas o Botafogo-PB já divulgou à imprensa a existência de uma procuração que permite que o dirigente assine documentos na ausência do principal mandatário.

Clubes acusam Botafogo de escalar Sarpé irregularmente.
Clubes acusam Botafogo de escalar Sarpé irregularmente.

"O Josivaldo Alves dos Santos assina todos os contratos de empréstimo do CSP. Vários times das Séries A, B e C tem jogadores emprestados pelo CSP. Nada a ver com o Botafogo. Porque, como está no contrato, ele assina por procuração", disse o diretor executivo do Belo, Giovani Martinelli.

O fato é que o jogador atuou normalmente desde que chegou ao clube porque teve a permissão da própria CBF, que divulgou o nome do atleta no Boletim Informativo Diário (BID), no dia primeiro de junho deste ano. Assim, se o erro existiu, teria passado batido aos olhos da entidade máxima do futebol brasileiro.

O Botafogo-PB se classificou para as quartas de final da Série C na terceira colocação do Grupo A, com 28 pontos. Como o Sapé disputou 11 partidas, o prejuízo em uma possível punição seria imenso. Caso o time fosse punido, o Remo, que ficou na quinta colocação, com 25 pontos, poderia se classificar e o América - rebaixado, na vice-lanterna, com 19 pontos - poderia se salvar do rebaixamento.

Inclusive, os presidentes Beto Santos, do América, e André Cavalcante, do Remo, teriam viajado ao Rio de Janeiro na manhã desta segunda-feira para tentar oficializar a denúncia. Até a publicação desta matéria, a CBF não tinha conhecimento sobre o fato.

Procuração permite que Josivaldo assine contratos pelo CSP.

Josivaldo assinou contrato de Sapé