Paulista
A1
A2
A3

Atlético-GO repudia assassinato de jornalista em Goiás

Clube soltou uma nota repudiando e lamentando a morte de Valério Luiz

Publicado na sexta-feira,
6 de julho de 2012

Goiânia, GO, 06 (AFI) - A diretoria do Atlético-GO soltou uma nota oficial, na tarde desta sexta-feira, repudiando o assassinato do cronista esportivo Valério Luiz, que trabalhava na Rádio Jornal de Goiânia. De acordo com a Polícia Militar, ele foi alvejado por um motociclista com sete tiros, que atingiram seu tórax, mãos e antebraço.

 Confira! 

Ainda não há a confirmação sobre qual foi a motivação do crime. No entanto, pela quantidade de tiros há fortes indícios de que tenha sido uma execução. Principalmente, após testemunhas relatarem que o autor dos disparos aguardava a saída de Valério na porta da Rádio Jornal.

A polícia já investiga o caso e há um temor de que o assassinato esteja ligado à atividade profissional do radialista. Valério Luiz tinha 49 anos e deixa esposa e três filhos. Filho do comunicador Mané de Oliveira, um dos mais conhecidos em Goiás, Valério iniciou na profissão, incentivado pelo pai. Durante 34 anos de profissão, ele trabalhou em veículos como Rádio Difusora de Goiânia, TV Brasil Central, TV Serra Dourada, TV Goiânia, Rádio Brasil Central, Rádio Anhanguera, Rádio Jornal 820 AM e UCG TV.

Confira a nota na íntegra do Atlético-GO:

O Atlético Clube Goianiense está de luto pelo brutal assassinato do cronista esportivo e atleticano Valério Luiz de Oliveira, ex-integrante da Rádio Jornal 820 e da PUC TV.

Valério Luiz se caracterizava por seus comentários, que em alguns momentos desagradou alguns setores do clube, porém, por outro lado, a opinião forte do cronista já serviu até para a tomada de decisões que colaboraram desta forma com o crescimento do Atlético

Estendemos nosso pesar a todos os profissionais dos veículos de comunicação esportiva, especialmente àqueles que foram seus colegas de trabalho, além dos demais membros da imprensa. Desejamos que todos sejam reconfortados.

Rogamos à Secretaria de Segurança Pública do Estado de Goiás que faça a mais profunda apuração do assassinato e que os responsáveis pelo crime sejam punidos com a devida justiça.

Este momento de oração, serve para pedirmos a Deus que dê conforto à sua família, especialmente ao cronista e também atleticano Manoel de Oliveira, cuja dor, pela perda de um filho ilustre, é imensurável
.

 
Agência Futebol Interior
 
Compartilhe


 Veja Mais 
Listar todas
Quem Somos
|
Fale Conosco
|
Expediente
|
Anuncie no FI
|
Política de Privacidade e Uso
|
Anunciantes
© Copyright 1999-20102 Futebol Interior - Todos os direitos reservados