Vitor Pereira lamenta empate do Corinthians: 'Sensação de que perdemos 2 pontos'

"Para ser honesto, merecíamos ter saído daqui com os três pontos. Fomos a melhor equipe em campo e criamos situações mais do que suficientes para vencer" - disse o técnico do Corinthians, Vítor Pereira

Corinthians é superior na Colômbia mas sai apenas com o empate diante do Deportivo Cali pela Copa Libertadores da América

Categorias: Grandes clubes do Brasil

Por: Agência Estado, 05/05/2022

Vítor Pereira comanda Corinthians
Vítor Pereira comanda equipe do Corinthians (Foto: Divulgação/ Vítor Pereira)

São Paulo, SP, 05 – O técnico Vitor Pereira não escondeu a insatisfação com o empate sem gols do Corinthians com o Deportivo Cali, na Colômbia, pela Copa Libertadores. O time paulista esteve perto da vitória, com boas chances desperdiçadas ao longo dos 90 minutos, incluindo a perda de um pênalti de Fábio Santos na reta final do segundo tempo.

Giuliano foi titular do Corinthians nesta noite
Giuliano foi titular do Corinthians nesta noite (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

MERECIA OS 3 PONTOS

“Para ser honesto, merecíamos ter saído daqui com os três pontos. Fomos a melhor equipe em campo e criamos situações mais do que suficientes para vencer”, comentou o treinador. “Não perder não foi mal, mas tenho a sensação de que perdemos dois pontos.”

CORINTHIANS SUPERIOR

Na avaliação de Vitor Pereira, o Corinthians foi superior ao adversário colombiano durante toda a partida. “Fizemos um jogo de qualidade, um jogo consistente, não me recordo de o Cali ter criado nenhuma situação de jogada de qualidade. Claro que criaram problemas porque são uma equipe física, forte, tiveram um pênalti a favor.”

“Mas circulamos bem a bola, criamos as oportunidades, pena foi que quisemos sempre finalizar em força para ‘matar’ o goleiro em vez de encostarmos na bola, fazermos um passe para o gol. Tivemos três, quatro, cinco ocasiões flagrantes de gol. Estou satisfeito com a atitude, com a personalidade, um gramado difícil, jogamos com qualidade”, analisou.

O técnico português também comentou sobre Willian e Renato Augusto. Os dois veteranos entraram em campo somente no segundo tempo. Vitor Pereira admitiu preservar os atletas por conta do risco de lesões.

PRESERVOU WILLIAN

“Willian teve um problema muscular no jogo anterior, esteve em tratamento. Perder Willian por dois ou três meses, arriscando a saúde dele, começando o jogo e ele se lesionar, é um risco que não podemos tomar. Preferi hoje guardar o Willian para 30 minutos”, explicou o técnico.

Vitor Pereira lembrou do volante Paulinho, que se machucou e corre o risco de voltar ao time somente em 2023. “Renato (Augusto) tem que ser gerido. Quando ele está bem, joga num nível altíssimo, mas quando está cansado, tem dificuldades. Temos que gerir da melhor forma para evitar lesões. Infelizmente, perdemos o Paulinho por muito tempo”, comparou.

BASTIDORES DA GOLEADA DO PALMEIRAS CONTRA O INDEPENDIENTE PETROLERO

Confira também: