Vai ou não? Ex-Fluminense apresenta problemas médicos e pode perder contrato nos Emirados Árabes Unidos

Promessa vendida para time de Odair Hellmann não passa pelos exames clínicos

Centro Médico da FIFA detectou edema muscular e risco de lesão em Gabriel Teixeira

Categorias: Brasucas

Por: Agência Futebol Interior, 31/01/2022

Fluminense Gabriel Teixeira Al Wasl Emirados Arabes
Foto: Lucas Merçon/Fluminense

Rio de Janeiro, RJ, 31 (AFI) – A venda do Fluminense de Gabriel Teixeira para o Al-Wasl, só parecia resolvida. O time dos Emirados Árabes Unidos, comandado por Odair Hellmann reavalia a contratação depois de exames constatarem um edema muscular e risco de lesão.

O jovem jogador de 20 anos convive com problemas médicos desde o início da curta carreira e, na última temporada, perdeu algumas partidas pelo Tricolor.

SE NÃO FOSSE A FIFA…

O Al Wasl, porém, não foi o primeiro a saber. Os exames realizados pelo próprio clube não identificaram qualquer impedimento para Gabriel Teixeira entrar em campo. Quem detectou foi o Centro Médico da FIFA, que também precisa avaliar os jogadores, segundo o regulamento da liga local.

O time precisa decidir se mantém o contrato com a promessa do Fluminense até a próxima terça-feira (01), quando se encerra a janela de transferências. O Al Wasl investiu cerca de R$ 10 milhões de olho nas semifinais da President’s Cup. A equipe de Odair Hellmann enfrenta o Al Sharjah, no dia 14 de fevereiro.

CARIOCÃO

O Fluminense entrou em campo pelo Campeonato Carioca no domingo e bateu o Madureira por 1 a 0, fora de casa. O próximo confronto, desta vez como visitante, é na quinta-feira, às 21 horas, diante do Audax Rio.

Confira também: