Série B: Ituano fica na bronca com arbitragem em derrota

O pênalti que abriu o caminho para a reação do Operário foi mal marcado

A principal reclamação foi o pênalti marcado em cima de Felipe Saraiva, que deu início a reação do Operário

Categorias: Futebol Interior

Por: Agência Futebol Interior, 21/05/2022

operario ituano serie b
Pênalti convertido por Paulo Sérgio foi alvo de reclamações (Foto: André Oito/Operário)

Itu, SP, 21 (AFI) – A atuação da equipe de arbitragem na vitória do Operário sobre o Ituano, por 3 a 2, na manhã deste sábado, em Ponta Grossa, pela oitava rodada da Série B do Brasileiro, foi alvo de críticas por parte do time paulista.

Não é para menos. O Ituano vencia por 2 a 0 até os 35 minutos, quando o mineiro Felipe Fernandes de Lima achou um pênalti de Bernardo em cima de Felipe Saraiva. Na Central do Apito, da Sportv, Sálvio Espínola disse que o árbitro errou na marcação.

Um dos líderes do elenco rubro-negro, o goleiro Pegorari deixou o gramado irritado com a arbitragem por causa do pênalti assinalado. Paulo Sérgio converteu a cobrança e deu início a reação do Opérário.

Empurrado pela torcida, o Fantasma buscou o empate três minutos depois com Júnior Brandão. A virada veio aos 41 com Giovanni Pavani. Na sequência, por chutar a bola em direção ao banco de reservas do Operário, o atacante Calyson foi expulso direto.

O resultado negativo em Ponta Grossa fez o Ituano estacionar nos nove pontos, na 11ª colocação. Uma vitória deixaria o time na cola do G4.

Confira também: