Série B: Guarani sonha com retorno de Louzer; Pintado e Chamusca também agradam

Guarani quer definir o quanto antes o nome do novo treinador para a Série B

Guarani precisa se reabilitar, pois aparece na zona de rebaixamento da Série B.

Categorias: Futebol Interior

Por: Agência Futebol Interior, 15/05/2022

Louzer Chapecoense 2022
Louzer foi demitido do Atlético-GO no último sábado. Foto: Márcio Cunha/Chapecoense

Campinas, SP, 15 (AFI) – A demissão do técnico Umberto Louzer no Atlético-GO fez a diretoria do Guarani sonhar com o retorno do treinador para a sequência da Série B do Campeonato Brasileiro. Além dele, Pintado e Marcelo Chamusca também surgem como opções no mercado.

Louzer é unanimidade entre os dirigentes bugrinos, que devem ainda neste domingo consultar o treinador para um possível retorno – passou pelo clube entre 2017 e 2018. O maior problema é ele está valorizado e a atual pedida salarial totalmente fora da realidade do clube.

Nas redes sociais, os torcedores também comentam que o melhor nome para assumir o clube seria Umberto Louzer, principalmente pelo histórico de boas campanhas na Série – subiu e foi campeão com a Chapecoense em 2020. Isso sem falar no trabalho satisfatório que fez quando defendeu o Bugre.

Ao mesmo tempo que sonha com Louzer, o Guarani mantém no radar outros dois nomes: Pintado e Marcelo Chamusca. Pintado foi demitido recentemente do Cuiabá após a eliminação na Copa do Brasil.

Já Marcelo Chamusca também tem seu valor com os dirigentes bugrinos, também já tendo realizado bom trabalho no Brinco de Ouro. Ele está sem clube desde que deixou o Náutico no ano passado.

Independente do nome, o profissional contratado terá trabalho para fazer o time do Guarani se recuperar em campo. O time é o atual 17º colocado, com sete pontos, sendo o primeiro na zona de rebaixamento.

Confira também: