Rivais do Brasil na Copa, Sérvia e Suíça foram líderes invictos nas Eliminatórias

Europeus também estavam no grupo do Brasil em 2018

Além das seleções europeias, Brasil também terá Camarões pela frente

Categorias: Seleção Brasileira

Por: Agência Estado, 01/04/2022

Bolivia Brasil 3 1 scaled
Brasil conheceu seus adversários da Copa - Foto: Divulgação

Campinas, SP, 1 – O Brasil já conhece seus adversários da fase grupos da Copa do Mundo do Catar. A seleção brasileira está no Grupo G e enfrentará Sérvia, Suíça e Camarões, nesta ordem no Mundial a ser disputado entre novembro e dezembro deste ano. Sérvios e suíços também foram adversários do Brasil no Mundial de 2018.

A seleção brasileira vem de 15 partidas sem perder na fase de grupos do Mundial. A última derrota na primeira fase foi em 1998 ao perder para a Noruega por 2 a 1.

Líder do ranking da Fifa, os comandados de Tite bateram o recorde histórico de pontos nas Eliminatórias Sul-Americanas e vêm de três goleadas seguidas por 4 a 0. No atual ciclo para a Copa do Catar, o Brasil fez 46 jogos, vencendo 33, empatando dez e perdendo apenas três partidas, sendo duas para a rival Argentina e uma para o Peru.

Confira abaixo os detalhes sobre os futuros rivais do Brasil:

SÉRVIA

Os sérvios se classificaram de forma invicta, vencendo Portugal no confronto em Lisboa e foram líderes invictos do Grupo A das Eliminatórias Europeias, com seis vitórias e dois empates.

Os torcedores sérvios apostam no faro de gol do artilheiro Vlahovic, da Juventus. Aos 22 anos, ele foi destaque com a camisa da Fiorentina, anotando 49 gols em 108 partidas. Ele trocou de clube em uma transferência de 80 milhões de euros.

O meia Dusan Tadic, companheiro de Antony no Ajax, também é um dos principais nomes da equipe.

Time base: Rajkovic; Nastasic, Veljkovic e Pavlovic; Gudelj, Milinkovic-Savic, Lukic, Kostic, Zivkovic e Tadic; Vlahovic (Mitrovic).

Técnico: Dragan Stojkovic (SER)

Participações em Copas do Mundo: 13

Melhor posição na história: Semifinalista, ainda como Iugoslávia (1930 e 1962)

Ranking da Fifa: 25º

Destaque: Dusan Vlahovic.

SUÍÇA

A Suíça eliminou a França da última Eurocopa e foi líder invicta do seu grupo nas Eliminatórias Europeias, que teve a Itália. Foram cinco vitórias e três empates nas oito partidas, com 15 gols marcados e apenas dois sofridos. Além de Shaqiri, o meio-campista Denis Zakaria, jogador da Juventus, é um dos principais nomes da seleção.

Os suíços podem complicar a vida de muitas seleções no Mundial. O país foi adversário do Brasil logo na estreia do último Mundial. A partida terminou em 1 a 1.

Time base: Sommer; Widmer, Schar, Akanji e Rodríguez; Xhaka, Freuler, Zakaria, Vargas e Shaqiri; Embolo.

Técnico: Murat Yakin (SUI)

Participações em Copas do Mundo: 12

Melhor posição na história: Quartas de final (1934, 1938 e 1954)

Ranking da Fifa: 14º

Destaque: Xherdan Shaqiri.

CAMARÕES

Terceiro colocado na Copa Africana disputada em fevereiro, Camarões surpreendeu ao demitir o técnico Toni Conceição. Coube ao ídolo Rigobert Song, líder em partidas pela seleção, comandar os Leões Indomáveis nos dois jogos contra Argélia na repescagem. A classificação veio de forma dramática, com gol nos últimos minutos da prorrogação.

Um dos destaques é o centroavante Aboubakar, de 30 anos, ex-jogador do Porto e que foi artilheiro da última Copa Africana de Nações, com oito gols. Toko Ekami, companheiro de Lucas Paquetá no Lyon, é outro nome que pode levar perigo à defesa brasileira.

Time base: Onana; Fai, Castelletto, Ngadeu e Tolo; Ekambi, Gouet, Hongla e J. Onana; Aboubakar e Choupo-Moting.

Técnico: Rigobert Song (CAM).

Participações em Copas do Mundo: 8

Melhor posição na história: Quartas de final (1990)

Ranking da Fifa: 38º

Destaque: Vincent Aboubakar.

Confira também: