PERNAMBUCANO: Náutico bate Retrô e conquista nos pênaltis seu 24º título

O Náutico jogou com um a menos praticamente o jogo todo, Jean Carlos foi expulso ainda no primeiro tempo

Nos pênaltis brilhou a estrela do goleiro Lucas Ferri do Náutico

Categorias: Estaduais

Por: Rivail Oliveira, 30/04/2022

52041239405 b474ef7582 c

Recife, PE, 30, (AFI) – Na base da superação e de forma emocionante, vencendo no tempo normal por 1 a 0 o bom time do Retrô, com um a menos, e por 4 a 2 nos penais, o Náutico conquistou neste sábado na Arena Pernambuco,  seu 24º título no Campeonato Pernambucano de 2022. 

A partida foi marcada por algumas polêmicas no primeiro tempo, o Náutico venceu por 1 a 0 gol de Paulo Vitor. Como o Retrô tinha ganho o primeiro jogo por 1 a 0, a decisão do título foi para os penais. E deu Timbu nos penais, brilhando a estrela do goleiro Lucas Ferri, que defendeu duas cobranças e deu o título para o Náutico, e a vitória por 4 a 2.

MELHORES MOMENTOS

LANCES POLÊMICOS

Foi um primeiro tempo pra lá de movimentado na Arena Pernambuco. O Náutico buscou mais o gol, ficou com um a menos, tendo um expulso, e saiu na frente no final, num penal muito contestado pelo Retrô. Mas o Timbú, precisando do gol, foi só ataque e tentou muitos cruzamentos, e alguns arremates, como aos cinco com Carlão; Guilherme Paraíba respondeu para o Retrô num chute perigoso aos 18; O Náutico ficou com um menos depois que a árbitra expulsou Jean Carlos aos 21 minutos, devido a uma cotovelada em Yuri Bigode. O jogador do Náutico, muito irritado, teve de ser contido ao contestar a marcação com a árbitra Deborah Cecilia.

Mesmo com um a menos, o Náutico foi pra cima, com Ralph aos 27, Eduardo Teixeira aos 32 em escanteio, Hereda aos 43. E no lance mais polêmico do período aos 47, a árbitra, com auxílio do VAR marcou penal de Pedro Costa em Pedro Vitor, em lance muito questionado pelo Retrô. Na cobrança, Pedro Vitor pôs o Timbu na frente, 1 a 0 na Arena Pernambuco, deixando tudo igualas duas séries.

LÁ E CÁ, NADA DE GOL

O Retrô voltou diferente e saiu mais para o jogo no segundo tempo. Aos sete, Gelson soltou a bomba e Lucas Perri fez grande defesa, evitando o empate; aos nove Ermel mandou pelo alto.  O jogo ficou aberto: aos 22, Radsley pelo Fenx,  e Leandro Carvalho, no Náutico desperdiçaram boas oportunidades. Charles soltou o pé aos 25 e a bola raspou a trave do Náutico.

Nos 15 minutos finais o jogo seguiu equilibrado, com o Náutico saindo mais: num escanteio, aos 36, Leandro Carvalho bateu direto e Jean pegou; no minuto seguinte o Retrô respondeu com Renato Henrique, sem sucesso. E a decisão do Pernambucano, foi aos penais.

OS PENAIS…

BICAMPEÃO NOS PENAIS

Nos penais o Náutico faturou o bicampeonato pernambucano ao vencer por 4 a 2 o Retrô. Nas cobranças,  brilhou o goleiro Lucas Ferri, com duas defesas. Marcaram para o Timbu, Hereda, Charles, Ewandro e Junior Tavares (errou Camutanga); anotaram para o Retrô, Potiguar e Guilherme.

PRÓXIMOS JOGOS

O Náutico volta a jogar, mas pelo Brasileiro Série B na terça-feira, 21h30, no Estádio  dos Aflitos contra o Guarani.  Depois do estadual o Retrô volta a campo da 4 de maio, 20h pelo Brasileiro Série D na Arena Pernambuco, contra o Globo-RN.

Confira também: