Atacante do Flamengo nega festa e divulga nota de repúdio à publicação

Gabigol foi acusado de fazer festa até as 6 horas da manhã no último domingo, o que teria incomodado os vizinhos

Publicado em .

Gabigol foi acusado de fazer festa até as 6 horas da manhã no último domingo, o que teria incomodado os vizinhos

Campinas, SP, 14 (AFI) – Gabigol, atacante do Flamengo, foi acusado de fazer festas em seu apartamento no último domingo, o que teria desrespeitado a quarentena e incomodado seus vizinhos.

Segundo publicação da colunista Fabia Oliveira, do portal O Dia, o jogador fez uma festa até as 6 horas da manhã, e os vizinhos reclamaram do barulho.

Em resposta, Gabigol publicou uma nota de esclarecimento dizendo que repudia esse tipo de notícia e que se sentiu desrespeitado, já que o conteúdo não condiz com a verdade.

Na versão de Gabigol, ele teria recebido apenas pessoas próximas como seu cabeleireiro, sua cozinheira, seu primo e um casal de amigos, todos respeitando o isolamento social.

A nota diz ainda que o atleta seguiu sua rotina normal, com treinos junto ao seu fisioterapeuta e que participou da live do cantor Emicida, inclusive entrando ao vivo para pedir uma música.

“Gabriel e sua família repudiam esse tipo de publicação, pois sempre são solícitos e transparentes. Cabe acrescentar que o atleta se sentiu desrespeitado pela coluna, pois não foi a primeira vez que algo fora da realidade foi publicado em seu nome”, concluiu a nota da assessoria do jogador.