Paulista A2: Técnico do São Bento elogia jogadores

Paulo Roberto Santos atribuiu o acesso à elite do paulista ao elenco perseverante

Categorias: Futebol Interior

Por: Rivail Oliveira, 10/04/2022

jogadores do São Bento comemorando com bandeira
Jogadores do São Bento comemorando o acesso à elite do Paulista. (Foto: Neto Bonvino/São Bento)

Sorocaba, SP, 10 (AFI)- Mais comedido que em outras conquistas, o treinador Paulo Roberto Santos falou depois da vitória e do acesso do São Bento para a primeira divisão do Paulista de 2023, obtida nos penais por 4 a 2 contra o Oeste na Arena Barueri.

No jogo, o Bentão perdia por 1 a 0 e conseguiu o empate aos 50 minutos do segundo tempo. No primeiro jogo em Sorocaba houve empate por 2 a 2. 

CONTENTE COM ELENCO

Paulo Roberto, que tem 15 acessos e 18 títulos, creditou toda a conquista aos jogadores, que inclusive saíram de campo falando abertamente de problemas de atrasos de salário e falta de estrutura no clube que enfrentaram durante a temporada. O goleiro Zé Carlos, herói da noite pegando três pênaltis, falou que o clube precisa sair do amadorismo, entre outras citações.

“Conseguimos fazer o clube ressurgir das cinzas e reconstruímos um time, inclusive com sete jogadores que não vinham dando certo anteriormente”, explicou ele, agradecendo ao presidente Almir Laurindo que teve a coragem de contratá-lo em meados do ano passado para esse trabalho. Zé Carlos também reconheceu a coragem do grupo de jogadores que superaram todas as dificuldades.

ACREDITARAM NO SÃO BENTO

Segundo o treinador, os jogadores aceitaram o desafio que teriam pela frente e resolver os problemas depois que a campanha terminasse. Ele ainda rasgou elogios ao torcedor que apoiou o Bentão em todos os momentos.
“Um grupo de valor que entendeu e acreditou em nosso trabalho. Eu não sei o que vai ser daqui em diante. A sobrevivência do São Bento dependia deste jogo e teve a mão de Deus por tudo que aconteceu aqui hoje”, falou o treinador.

Paulo Roberto acentuou que não existe trabalho sozinho, do “eu”  no futebol

“Saímos num momento errado do São Bento (quando o time era oitavo na Série B do Brasileiro há alguns anos) e voltamos, num momento que não era o melhor e corremos riscos naquele momento”, disse o treinador que falou do processo de reconstrução em meio a muitas dificuldades que foram superadas pelos atletas 

jogadores do São Bento comemorando com bandeira
Jogadores do São Bento comemorando o acesso à elite do Paulista. (Foto: Neto Bonvino/São Bento)

PROPOSTAS E TENDÊNCIA DE SAIR

Paulo Roberto disse que há 20 dias teve uma proposta do Volta Redonda, mas não aceitou.

“Tive essa proposta para um trabalho assegurado até o final de 2022 e início de 2023, mas optei por ficar aqui e o resultado veio, não por minha causa, mas pelo grupo”, disse.

O treinador, valorizado por mais um acesso em sua carreira vitoriosa, disse que depois do Paulista vai estudar as várias possibilidades, num sinal que pode não permanecer em Sorocaba. Lembrando que no segundo semestre o clube só tem a Copa Paulista. O treinador ainda revelou que tem uma proposta de um time da Série A2 para iniciar ainda neste ano, com a Copa Paulista e montagem do elenco de 2023.

EXEMPLO DO ITUANO

O treinador voltou a frisar que todas as conquistas do São Bento vieram no passado e agora devido a uma sequência de trabalho.

“Assim como foi no passado, esse trabalho atual começou em junho do ano passado. Tudo e todos bons resultados são frutos desta sequência de trabalho”, disse o técnico citando o exemplo do trabalho que é feito no Ituano, que hoje está na Série B do Brasileiro

FINAL COM A LUSA

Paulo Roberto disse ainda que começará a pensar segunda-feira no time que joga com a Portuguesa, outra classificada para a final.

“Vamos esperar a segunda e ver  a situação dos jogadores e com quem poderemos contar para esse primeiro jogo de quarta-feira”, finalizou.

CORINTHIANS ENCERRA PREPARAÇÃO PARA ESTREIA NO BRASILEIRÃO 2022

Confira também: