Pode-se projetar Claudinho da Ferroviária na rota do Claudinho do Bragantino

Pode-se projetar Claudinho da Ferroviária na rota do Claudinho do Bragantino

por ARIOVALDO IZAC - - - Campinas

Clubes por aí andam com lupa a procura do meia-armador que lança, reflexo rápido para definir enfiada de bola, conduzi-la e provocar tabela com companheiros na tentativa de pisar na área adversária para finalização.

Pois a Ferroviária de Araraquara fez em casa esse jogador. No garimpo na base achou Claudinho (foto), um meia que, guardadas as devidas proporções, tem estilo semelhante ao Claudinho do Bragantino.

E para o portalmorada.com.br, de Araraquara, ele não se fez de rogado e explicitou as suas virtudes.

“Sou um meia que busca muito o toque de bola, tenho boa visão de jogo e explosão”.

Mesmo no encharcado gramado da Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, na noite deste domingo, ele ratificou essas virtudes pela Copa São Paulo de Juniores.

Pena que após o zero a zero com o Goiás no tempo normal, a Ferrinha foi castigada na definição através de cobranças de pênaltis.

É que na cobrança do lateral-esquerdo Victor Hugo a bola explodiu no travessão, e com a derrota por 5 a 4 para os goianos a Ferroviária foi eliminada da competição. Do contrário, as pessoas teriam possibilidade de conferir agora que ainda é possível produzir o craque na base.

Claudinho, 19 anos de idade, participou da segunda Copinha, e já esteve integrado à equipe principal da Ferroviária durante a última Copa Paulista.

Um dos erros não corrigido pelo seu treinador de juniores Leonardo Mendes foi permitir que buscasse a bola bem próximo de sua própria área, para início da construção de jogadas, quando o recomendável seria se posicionar além do meio de campo, para ter mais explosão na chegada à área, a fim de completar o lance.

Além dele, certamente no elenco de profissionais da Ferroviária estará o rápido zagueiro Gustavo Medina.

GOIÁS

Embora demonstrasse postura mais tática, com três zagueiros, o Goiás soube se distribuir em campo, esteve mais inteiro fisicamente no segundo tempo para avançar as linhas, e de certo vai poder contar na temporada, entre os profissionais, com o rápido zagueiro Da Silva e meio-campista Zé Victor, condutor de bola com eficiência.

ARIOVALDO IZAC - -
Jornalista esportivo há 35 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.
Veja perfil completo
Veja todos