Libertadores: Boca Juniors demite técnico após queda para o Corinthians

Além da eliminação, futebol apresentado pelo Boca Juniors desagradou os dirigentes argentinos.

Categorias: Futebol Mundo

Por: Agência Estado, 06/07/2022

Battaglia Boca Juniors 2022
Treinador não suportou eliminação nos pênaltis para o Corinthians.

São Paulo, SP, 06 – A eliminação do Boca Juniors nas oitavas de final da Copa Libertadores diante do Corinthians, nos pênaltis, terça-feira, em plena La Bombonera, custou caro ao técnico Sebastián Battaglia. O clube argentino anunciou nesta quarta-feira à noite a demissão do treinador após 11 meses no cargo.

“O Club Atlético Boca Juniors anuncia que Sebastián Battaglia já não é o treinador da equipe principal de futebol e agradece a sua contribuição ao longo deste ciclo”, anunciou o clube em suas redes sociais.

“Battaglia, depois de passar pela reserva (comando do time alternativo), assumiu o cargo de técnico da Primeira Divisão e somou dois títulos, a Copa da Argentina e a Taça da Liga, pelos quais todo o clube lhe será eternamente grato por seu trabalho. Sebastián, Boca sempre será sua casa. Muitos sucessos em sua carreira”, continuou o clube, se despedindo do técnico que foi, como jogador, o mais vencedor com a camisa do Boca Juniors.

Battaglia, de 40 anos, estava no comando da equipe principal desde agosto de 2021. Sua queda foi uma junção da eliminação diante do Corinthians, após dois empates sem gols, com 6 a 5 para os paulistas nos pênaltis, e sua dura cobrança à direção na coletiva que deu após a partida em La Bombonera. De acordo com o Diário Olé, Juan Roman Riquelme, diretor do clube, não gostou nada das cobranças feitas por Battaglia pela falta de reforços e a saída de alguns jogadores e optou pela dispensa.

Curiosamente, Battaglia foi campeão ao lado de Riquelme na última conquista da Libertadores pelo Boca Juniors, em 2007. Muitos torcedores estão reclamando da postura de Riquelme nas redes sociais e saindo em defesa do agora ex-técnico.

O argentino Ricardo Gareca, que dirigiu a seleção peruana nas eliminatórias para a Copa do Mundo e já passou pelo Palmeiras, surge como principal candidato a assumir o clube. Enquanto um substituto não é definido, a equipe será treinada interinamente por Hugo Ibarra. O time visita o San Lorenzo, no sábado, pela sétima rodada do Campeonato Argentino.

Confira também: