Guarani acerta na saída de Chamusca. Não pode errar de novo!

Estava claro, e apenas não enxergava quem não quisesse, que o time bugrino piorou na troca de comando técnico, com a demissão de Daniel Paulista

Além de não colocar em prática uma equipe organizada, Chamusca desafinou com a proposta de três zagueiros sem ter peças para isso

Categorias: Colunas

Por: ARIOVALDO IZAC - -, 25/06/2022

ricardo moises chamusca coletiva tvgfc 2022
Ricardo Moisés errou na contratação e Chamusca na avaliação geral. Foto: Thomaz Marostegan - GFC

Campinas, SP, 25 (AFI) – BLOG DO ARI – Preciso e cirúrgico foi o presidente do Guarani Ricardo Moisés, ao proceder mudança radical no Departamento de Futebol do clube.

Estava claro, e apenas não enxergava quem não quisesse, que o time bugrino piorou na troca de comando técnico, com a demissão de Daniel Paulista e escolha de Marcelo Chamusca como substituto.

Além de não colocar em prática uma equipe organizada, Chamusca desafinou com a proposta de três zagueiros, desconsiderando características de jogadores para a estratégia.

Deu um jeito de arrumar lugar no time para o inconstante Leandro Castán e viu a consequência disso.

Superintendente de futebol Michel Alves, responsável por contratações equivocadas de jogadores, também está fora, a exemplo do auxiliar-técnico Caio Autuori e preparador de goleiro Silvano Austrália, que igualmente errou na avaliação para continuidade do instável goleiro Rafael Martins.

BLOG DO ARI – ENTRE E DEIXE SUA OPINIÃO !

QUEM VEM?

Se Chamusca é página virada no Guarani, resta saber quem vem.

O clube não pode errar na escolha do substituto, que possa minimamente dar equilíbrio à equipe, de forma que atinja colocação no meio da tabela, na continuidade.

O mais recomendável, pelo histórico, seria a contratação do treinador Enderson Moreira, parado desde o início do ano, ao se desligar do Botafogo (RJ).

Outras alternativas seriam Lisca Doido e Thiago Carpini, que deixou o clube incompatibilizado com membro do CA (Conselho de Administração), mas é a típica coisa contornável a favor do clube.

Há quem defenda a volta de Felipe Conceição, com passagem bem sucedida pelo Guarani, mas derrapando na sequência nos comandos de Cruzeiro, Remo e Chapecoense.

Como defensor de filosofia ofensiva, teria que reformular seus conceitos, para inicialmente reorganizar o sistema defensivo.

chamusca michel alves guarani
Chamusca e Michel Alves: dupla deixa Guarani em 19.º. Foto: Thomaz Marostegan – GFC

BENHUR

Seja como for, caso o novo treinador não seja contratado a tempo de comandar a equipe já na terça-feira, contra o Ituano, em Campinas, que pelo menos os dirigentes sejam prudentes e não entreguem novamente a equipe para que seja comandada pelo auxiliar fixo do clube, caso de Benhur Moreira, pois a prática mostrou claramente que em nada acrescenta.

A rigor, dirigentes desperdiçaram a oportunidade para colocá-lo no pacote de demissão.

Em última análise, que se recorra a um treinador da base mais talhado para o enfrentamento desta situação, para dirigir o time diante do Ituano. 

Confira também: