Goiano: Presidente do Atlético descarta treinador estrangeiro

A diretoria está no mercado em busca de um substituto de Marcelo Cabo

Presidente do Atlético-GO, Adson Batista descarta treinador estrangeiro para substituir Marcelo Cabo

Categorias: Futebol Brasil

Por: Agência Futebol Interior, 07/02/2022

atleticogo018
Adson Batista falou sobre busca por novo treinador (Foto: Atlético-GO/Divulgação)

Goiânia, GO, 07 (AFI) – Diferente da maioria dos clubes brasileiros, o Atlético-GO nem cogita a contratação de um treinador estrangeiro para substituir Marcelo Cabo, que entregou o cargo na manhã desta segunda-feira.

Em entrevista coletiva, o presidente Adson Batista disse que o Atlético-GO vai ter calma para definir o novo treinador e criticou a “moda” dos clubes irem atrás de profissionais estrangeiros.

“Vamos avaliar com muita calma para não fazer da busca por solução um problema. Não vou nunca sair da realidade do Atlético-GO. Essa questão de treinador estrangeiro virou moda. Esse pessoal vem aqui e quer trazer cinco ou seis pessoas para ficar vegetando. Não tem necessidade. Então, vejo com dificuldade essa possibilidade de treinador estrangeiro”, afirmou Adson Batista.

Ao ser questionado sobre o perfil de profissional que o Atlético-GO está buscando, o mandatário rubronegro falou que quer alguém que saiba gerir o vestiário.

“O perfil que buscamos é de alguém que tenha um trabalho atualizado e com uma gestão forte perante o elenco. Nosso grupo é bom e precisamos de resultado. Precisamos entrar nos jogos de forma equilibrada, emocionalmente falando”, finalizou.

Na terceira colocação do Grupo B do Campeonato Goiano, com seis pontos em quatro jogos, o Atlético-GO volta a campo nesta quarta-feira, contra a Aparecidense.

Confira também: