Sorteados os grupos da Conmebol Libertadores de Futsal Feminino

Clubes catarinenses têm tradição nesta competição. Desta vez o representante será o Baterias Júpiter / Cianorte

por Agência Futebol Interior

Especial - J.B.Telles

Florianópolis, SC, 20 (AFI) - Foi realizado na tarde de hoje (20) na sede da Federação Catarinense de Futebol o sorteio dos grupos da Libertadores de Futsal Feminino, que será disputada em Balneário Camboriú, de 01 a 08 de dezembro próximo no Barra Multieventos, Hamilton Linhares Cruz.

DIRIGENTES PRESENTES
Comandado pelo responsável de Competições de clubes da CONMEBOL, Fernando Villas Boas, o evento contou com a presença do presidente da Federação Catarinense de Futebol, Rubens Renato Angelotti que é o presidente do Comitê Organizador Local (COL);

Fábio Nogueira, Coordenador de Operações; Mariana Dalvesco, presidente da Fundação Municipal de Esportes de Balneário Camboriú e pelo presidente da Federação Catarinense de Futsal, João Carlos de Souza.

Definidos os dois grupos da Libertadores. Foto: Conmebol
Definidos os dois grupos da Libertadores. Foto: Conmebol

OS GRUPOS
No Grupo A, ficaram Cianorte (Brasil), Aviced (Equador), Independiente (Colômbia), Coquimbo (Chile) e Universidad San Marcos (Peru).

No Grupo B, Cerro Porteño (Paraguai), Atlantes (Bolívia), Kimberley (Argentina), Estudiantes (Venezuela) e Peñarol (Uruguai).

Em sua primeira fase a competição terá jogos entre os clubes do mesmo grupo, classificando-se os dois primeiros de cada grupo para a fase semifinal. Os seis restantes disputarão entre si, em apenas um turno, visando a formação do ranking da competição.


SEXTA EDIÇÃO

Esta é a sexta edição da competição que em suas disputas anteriores teve clubes catarinenses como vencedores: em 2013 e 2015, no Chile, a campeã foi a Unochapecó.

Em 2016, também no Chile e em 2017, no Paraguai, o título ficou com a Associação Barateiro de Futsal Clube, de Brusque e em 2018, ainda no Paraguai, a campeã foi a equipe da Leoas da Serra, de Lages.

O Baterias Júpiter/ Cianorte Futsal, da cidade de Cianorte, no Paraná, tem a responsabilidade de repetir o feito brasileiro nas edições anteriores.