Torcedores de todos os clubes 'desfilam' tranquilamente pela Arena Corinthians

Torcedores de vários times da Série A do Campeonato Brasileiro puderam "desfilar" com suas camisas sem que um xingamento

por Agência Estado

São Paulo, SP, 06 - Bem que o ambiente nos arredores da Arena Corinthians poderia ser como foi neste sábado, antes da partida entre Argentina e Chile, na disputa pelo terceiro lugar da Copa América. Torcedores de vários times da Série A do Campeonato Brasileiro puderam "desfilar" com suas camisas sem que um xingamento ou uma briga fosse iniciada.

Carlos Bittecourt, são-paulino, de 21 anos, foi com a camisa do time tricolor, ao lado de Natália, sua namorada. "Por causa do esquema de torcida única, eu vi nesta a única oportunidade de vir aqui com a camisa do São Paulo. Não foi para provocar. Trata-se de um momento histórico. Corintianos e palmeirenses foram muito ao Morumbi, mas a gente não pode vir aqui."

Torcedores de todos os clubes 'desfilam' tranquilamente pela Arena Corinthians
Torcedores de todos os clubes 'desfilam' tranquilamente pela Arena Corinthians
Os sargentos Djalma e Júnior, do Batalhão de Choque, confirmaram que a situação foi totalmente tranquila, tanto perto do estádio quanto no metrô. "São as mesmas pessoas que vem para os jogos, mas o clima é outro. Ninguém está aqui para brigar", afirmou o militar Djalma.

DE TUDO UM POUCO
Além de todos os times grandes da capital, também foi possível ver camisas da Ponte Preta, Guarani, Internacional de Limeira e Portuguesa. "Não tira foto, porque meu pai pensa que eu estou tomando conta da padaria", disse Jorginho.

Paris Saint-Germain, Barcelona, Bayern de Munique, Real Madrid, além da seleção italiana e alemã, também foram homenageadas pelos torcedores.

Aldo Perrella, de 61 anos, ostentou a camiseta do Palmeiras, mas admitiu que a intenção era provocar mesmo os rivais corintianos. "Pô, se não puder brincar com eles, vou brincar com quem?", afirmou, ao lado do sobrinho e da prima, ambos corintianos.

Pena que a Copa América termina neste domingo, com Brasil x Peru, no Maracanã. Com o fim da competição, termina também o clima amistoso entre os torcedores e os clássicos voltam a ter apenas torcedor de um time no estádio.