Time da Série B tem fornecimento de água interrompido em estádio por falta de pagamento

Segundo o presidente do Vitória, Paulo Carneiro, a culpa da dívida com a Embrasa é da antiga gestão

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 22 (AFI) - Apesar de estar em uma fase de crescimento na Série B do Campeonato Brasileiro, com três jogos sem derrota e se distanciando da zona de rebaixamento, o Vitória não parece viver esse bom momento fora de campo. Isso porque nesta quinta-feira (22), a Embrasa - Empresa Baiana de Águas e Saneamento - confirmou por nota oficial que interrompeu o fornecimento de água no Barradão por falta de pagamento.

"A Embasa realizou na última terça-feira (20), a suspensão do fornecimento de água na sede do Esporte Clube Vitória por falta de pagamento".

Vitória tem fornecimento de água interrompido no Barradão por não de pagamento
Vitória tem fornecimento de água interrompido no Barradão por não de pagamento
RESPOSTA
Do outro lado, o presidente do rubro-negro baiano, Paulo Carneiro fez questão de tranquilizar os torcedores, garantindo que a suspensão não irá afetar o trabalho no Barradão, conta com um poço artesiano que fornece água para toda a instalação. Além disso, no mesmo audio divulgado nas redes sociais, o mandatário colocou a culpa da vdívida na antiga gestão e criticou a Embrasa de ter divulgado o caso.

"Apenas para que o torcedor do Vitória fique atento, nessa campanha sórdida que tentam fazer contra o clube, avisar que estão divulgando aí que a Embasa cortou a água do Vitória. Quero dizer a vocês que uma das primeiras providencias que estamos tomando aqui era fazer um entroncamento porque temos um poço artesiano com vazão suficiente para atender. Hoje nós temos 400 mil litros de água de reserva. Portanto, não precisamos da água da Embasa. No momento certo procuraremos a Embasa para negociar o consumo de água antes da nossa chegada, que chegou a 80 mil por mês", publicou o presidente.

"Hoje o Vitória não precisa mais da Embasa, temos bomba suficiente e toda a circulação de água está entroncada em todos os compartimentos do clube. Isso já é para evitar a conversinha fiada dos vagabundos. E essa notícia saiu da própria Embasa, viu? Então os senhores já sabem que os vagabundos estão na Embasa também. São vagabundos da Embasa. E que aqui no Vitória não entram mais",concluiu.