Goiano: Ex-meia do Corinthians está de volta aos treinamentos no Vila Nova

O jogador vinha se recuperando de lesão em Araraquara e agora integra o elenco visando o retorno do estadual

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 30 (AFI) - O meio-campista Alan Mineiro desembarcou nesta terça-feira, em Goiânia, para dar início aos treinamentos físicos no Vila Nova. O jogador estava em recuperação de cirurgia no joelho na cidade de Araraquara, onde tem residência com a família. O atleta já realizou o teste sorológico para identificação da Covid-19, que deu negativo, e iniciou as avaliações de condicionamento físico junto à comissão técnica e Departamento Médico.

Alan estava afastado dos gramados desde novembro de 2019, quando sofreu duas lesões no joelho esquerdo, uma no ligamento cruzado anterior e outra no canto póstero lateral, na reta final do Campeonato Brasileiro da Série B. Ao todo, foram quase sete meses de tratamento, contando com cirurgia, fisioterapia e, agora, retorno gradual ao toque na bola.

De acordo com o Dr. Thiago Caixeta, chefe do Departamento Médico do Vila Nova, o retorno do meia aos treinamentos será, inicialmente, divido entre o Departamento Médico e a preparação física, devido à gravidade da lesão e ao tempo de resposta do organismo aos estímulos musculares.

“Alan teve uma lesão grave no joelho e foi operado no início de dezembro do ano passado, então já são quase sete meses de pós-operatório. Ele fez a reabilitação com fisioterapia, fortalecimento muscular e exercícios voltados para o futebol. Vamos fazer avaliação funcional para o atleta começar a realizar alguns exercícios em campo. No início, ele vai fazer trabalho no Departamento Médico em um período e de preparação física em outro”, pontuou o médico.

“Geralmente, a liberação total para retorno do atleta de futebol após a reconstrução do ligamento cruzado é entre seis e oito meses. No Vila, costumamos segurar até o oitavo mês para exercícios de contato e treino coletivo. Provavelmente, no final de julho e início de agosto ele já estará apto pra treinar com o grupo, se tivermos esse tipo de liberação em virtude da pandemia”, salientou Thiago, observando que o treinamento em grupo dependerá do avanço da Covid-19 em Goiânia, como estabelecido em protocolo médico produzido pelo Tigre.