Copa Paulista: Capitão do Taubaté, Moradei analisa empate com Novorizontino: “Ruim”

Os 460 pagantes que foram ao Joaquinzão, na tarde desta quarta-feira, não viram gols no confronto válido pelo Grupo 8

por Agência Futebol Interior

Taubaté, SP, 03 (AFI) - O Taubaté não conseguiu sair de um empate sem gols com o Grêmio Novorizontino, na tarde desta quarta-feira, no Estádio Joaquinzão, pela segunda rodada do Grupo 8. Após o duelo pela Copa Paulista, atletas alviazuis falaram aos microfones da Rádio Cacique, de Taubaté-SP.

“Ruim, dentro de casa, precisava vencer. Tivemos chances, infelizmente, veio o empate. A postura foi boa, a gente teve chance, se defendeu bem. Mas não tem muito o que falar, juizão é brincadeira”, afirmou o capitão taubateano, o volante Moradei.

O atacante Eduardo, que se lesionou na reta final da primeira fase e retornou diante do XV de Piracicaba, na última sexta-feira, comentou sobre o jogo e a própria forma física.

“Não estou 100% ainda. O professor (Marcelo Martelotte) optou pelo segundo tempo para ajudar mais a equipe. Vou pegando o ritmo com o passar dos jogos. Precisamos caprichar um pouco mais nas finalizações. Defensivamente, estamos muito bem. Precisamos concentrar um pouco mais lá na frente”, contou.

Moradei (Foto: Caíque Toledo / EC Taubaté)
Moradei (Foto: Caíque Toledo / EC Taubaté)
Os mais satisfeitos com o placar foram Ituano e XV de Piracicaba, equipes que se enfrentam nesta quarta, às 18h, no Novelli Júnior, em Itu. O Galo de Itu lidera a chave com três pontos, e o Burro da Central fecha o G2, com dois. O Nhô Quim tem um e saldo zerado, enquanto o Tigre do Vale tem a mesma pontuação e saldo de menos dois.

“Não conquistamos a vitória, que nos colocaria na posição privilegiada. Na minha opinião, erramos muitos passes, precipitamos. Não tempo para lamentar, todo jogo é mata-mata. Se tivéssemos ganhado, praticamente, eliminávamos o Novorizontino. O grupo está muito parelho. Sabemos que o Ituano monta time para chegar”, disse o goleiro Rafael Roballo.

 
 
" />