Com 'xerifão' ex-Vitória e meia primo de Lionel Messi, veja Seleção FI da Série C

Equipe chega escalada com o zagueiro Kanu, do Jacuipense; e o meio-campista Emanuel Biancucchi, do Vila Nova-GO

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 10 (AFI) - A quinta rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C foi longa. Começou no sábado (5) e chegou ao fim apenas nesta quinta-feira (10), justamente quando Volta Redonda-RJ e Ypiranga-RS abriram a sexta. Dentro de campo, dois nomes se destacaram ao longo desta quase uma semana de intensas disputas.

Um deles é o zagueiro Kanu, ex-Vitória, que foi importante no triunfo do Jacuipense-BA, por 2 a 1, sobre o Paysandu-PA. Outro é o meia Emanuel Biancucchi, irmão de Maxi Biancucchi e primo de Lionel Messi, que ajudou o Vila Nova-GO a anotar 1 a 0 no Santa Cruz-PE. O treinador da Seleção FI é Jerson Testoni, já que o Brusque-SC fez 1 a 0 no Boa Esporte-MG, em Varginha (MG).


Saulo Mineiro (Volta Redonda-RJ)
Saulo Mineiro (Volta Redonda-RJ)


COMO ELES FORAM NA RODADA?

Goleiro: Fabrício (Vila Nova-GO) - Além do golaço de Emanuel Biancucchi, o arqueiro goiano pode ser apontado como o principal responsável pela vitória alvirrubra. Mesmo quando os visitantes passaram a tomar conta do jogo e finalizar dentro da área, Fabrício atuou bem e, com diversas defesas difíceis, garantiu a vitória colorada. O resultado ainda marcou a quebra de invencibilidade do adversário na Série C.

Pacheco (Ituano-SP)
Pacheco (Ituano-SP)

Lateral-direito: Pacheco (Ituano-SP) - O defensor ex-Noroeste vem sendo uma das peças mais regulares do Galo de Itu nesta temporada desde o Campeonato Paulista. No empate, por 2 a 2, no Novelli Júnior, foi essencial no ataque, seja com passes e cruzamentos, seja aparecendo como elemento surpresa para finalizar as jogadas.

Zagueiro: Kanu (Jacuipense-BA) - Com a experiência de ter defendido equipes do futebol europeu e times brasileiros como Vitória e Oeste, o defensor é um líder na defesa do Leão do Sisal. Ele levou a melhor contra os atacantes do Paysandu-PA e ajudou o time baiano a conquistar a vitória em pleno estádio da Curuzu.

Kanu (Jacuipense-BA)
Kanu (Jacuipense-BA)

Zagueiro: Douglas (Ypiranga-RS) - O Canarinho recebeu o Tombense-MG e fez partida parelha, com muita marcação e disposição de ambos os lados. Por isso, o 'xerifão' dos donos da casa merece ser lembrado, já que liderou o sistema defensivo e, no segundo tempo, apareceu como elemento surpresa para fechar o placar e fazer 2 a 0.

Lateral-esquerdo: Alisson Cassiano (Treze-PB) - O Galo da Borborema não pode contar com as duas opções para o setor, tanto que o volante Rezende começou o jogo improvisado por ali. Não funcionou. Aos 42 minutos do primeiro tempo, o zagueiro Alisson Cassiano entrou. E, de certa forma, deu conta do recado! Os alvinegros melhoraram e, mesmo com um a menos durante parte da etapa final, viraram. Mesmo tomando o empate, por tudo que envolve, Alisson Cassiano merece ser lembrado.

Meia: Adeníson (Londrina-PR) - Foi o cara da bola parada do Londrina e quem começou a jogada, a partir de uma cobrança de escanteio, que terminou com gol de Marcondes, o único na vitória para cima do São Bento-SP. O meia foi o motor da equipe e principal armador, não poderia ficar de fora da seleção.

Emanuel Biancucchi (Vila Nova-GO)
Emanuel Biancucchi (Vila Nova-GO)

Meia: Emanuel Biancucchi (Vila Nova-GO) - Principal referência ofensiva no ataque goiano, o primo de Messi infernizou a zaga do Santa Cruz-PE, quando o Tigre tinha o domínio do jogo. Coroando a grande atuação, ainda marcou um golaço após rebote em cobrança de falta e foi, ao lado do goleiro Fabrício, o principal responsável por colocar mais três pontos na conta dos goianos.

Meia: Wellington Rato (Ferroviário-CE) - É o grande protagonista do Ferrão, que já soma dez pontos em cinco jogos e aparece como forte candidato à classificação para a segunda fase saindo do Grupo A. Não à toa, o atleta já marcou quatro gols nestes cinco duelos - o último deles, de pênalti, no empate, por 1 a 1, com o Manaus-AM.

Atacante: Thiaguinho (Jacuipense-BA) - O avançado mudou o jogo contra o Paysandu-PA. Mesmo entrando no segundo tempo, ele teve tempo para dar muito trabalho à defesa do Papão e ainda marcou o segundo gol da vitória, por 2 a 1.

Jerson Testoni (Brusque-SC)
Jerson Testoni (Brusque-SC)

Zé Carlos (Remo-PA) - O Zé do Gol mostrou que quem tem o faro de artilheiro não perde jamais. Deu imenso trabalho à defesa do Treze, participando de grandes momentos ofensivos. Não é de se estranhar, portanto, que tenha aberto o placar, aos cinco minutos do primeiro tempo, em bela finalização, de pé direito.

Atacante: Saulo Mineiro (Volta Redonda-RJ) - É um jogador que às vezes desaparece em campo, mas sempre aparece para ajudar o Voltaço a pontuar. Desta vez, ele marcou o gol de empate em Criciúma, arriscando de longe e com muita força, de pé esquerdo. Ele se tornou o artilheiro da Série C com quatro gols - já atuou 18 jogos nesta temporada pelo Tricolor de Aço e já indo às redes em nove oportunidades.

Técnico: Jerson Testoni (Brusque-SC) - Como vai fazer a decisão do 'Catarinensezão' com a Chapecoense - perdeu a ida, em Chapecó, por 2 a 0; e faz a finalíssima no domingo que vem (13) -, o Bruscão mandou a campo uma formação alternativa. Mesmo assim, começou o duelo com o Boa Esporte-MG pressionando. O cenário poderia ficar complicado com a expulsão de Jefferson Renan, aos 35 do primeiro tempo. No entanto, o comandante viu Marco Antônio cruzar da direita para Alex Sandro marcar o único gol da partida, aos três da etapa final - os dois que participaram da jogada tinham entrado no intervalo.